Publicidade

Correio Braziliense

Livro conta a história do Brasil em 100 fotografias

As imagens vão de 1840 a 2016 e vão da política ao esporte


postado em 21/11/2017 07:00

Ver galeria . 12 Fotos Foto de Marc Ferrez, em 1888, foi a primeira em uma mina de ouro
Foto de Marc Ferrez, em 1888, foi a primeira em uma mina de ouro (foto: )
 
Foi feita no Brasil aquela que é considerada a primeira experiência fotográfica da América do Sul. De 1840, o registro, que mostra o Paço Imperial no Rio de Janeiro, é o ponto de partida de História do Brasil em 100 fotografias, livro organizado por Ana Cecilia Impellizieri e Luciano Figueiredo, que propõe uma leitura do país por meio de imagens.

A fotografia no Brasil ganhou força precocemente, principalmente pelos esforços de Dom Pedro  II, o jovem imperador era um entusiasta da tecnologia. “Realmente não se pode reclamar: ao longo do tempo o Brasil foi fartamente fotografado”, dizem os organizadores da obra no texto de apresentação.

A grande quantidade de material registrando a rotina do país foi base para a obra que coloca a fotografia como protagonista. “Se não é de hoje que a fotografia vem servindo como apoio para interpretação e revisão de historiadores, neste livro ela reivindica seu protagonismo para contar, de maneira inédita, a história do Brasil”, elucida a apresentação.

 O livro vai até 2016 e atravessa quase 180 anos da história do país. Importantes movimentos sociais e políticos são retratados na obra, mas também ganham destaque situações relacionadas à cultura e ao esporte. Ao lado de grandes acontecimentos também aparecem fatos prosaicos. 

 A primeira vez da mulher nas urnas, a morte de Dom Pedro II, as cabeças expostas de Lampião e seu bando dividem espaço com os primeiros anos de Brasília, a posse de Lula e a derrota do Brasil na copa de 1950 (no famoso Maracanazo), para ficar em apenas alguns exemplos.

 Ao lado de cada imagem, há um texto contextualizando o momento retratado e dando detalhes da fotografia apresentada. Ao fim da obra, há também um breve currículo de cada um dos fotógrafos cujas imagens foram selecionadas. 

Seleção

Além dos organizadores Ana Cecília Impellizieri e Luciano Figueiredo, o conselho de curadoria contou com Joaquim Marçal F. de Andrade e Milton Guran, duas autoridades quando o assunto é o estudo da fotografia no Brasil. 

A eles, coube a tarefa difícil de selecionar, em um universo tão amplo, o que entraria ou não no livro. O critério para a escolha foi “apresentar imagens representativas para temas considerados fundamentais”. Além das fotografias incontornáveis (que marcaram época), a busca foi por registros surpreendentes e originais. 

Para os organizadores, apresentar a história do país por meio de fotografias é uma maneira de levar o público para mais perto dos fatos. “Acreditamos poder aproximar o leitor de um modo de ver a sua história; afinal, é um dos atributos da fotografia tornar o mundo mais próximo, familiar”, escrevem. 

História do Brasil em 100 fotografias
Ana Cecilia Impellizieri e Luciano Figueiredo. Bazar do Tempo. 300 páginas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade