Publicidade

Correio Braziliense

Nick Carter, dos Backstreet Boys, nega acusação de estupro

Caso teria ocorrido em 2002, quando Melissa tinha 18 anos de idade e Carter, 22


postado em 23/11/2017 13:10 / atualizado em 23/11/2017 13:17

Cantor de 33 anos disse estar chocado e triste com o caso (foto: Topi Press/Divulgação)
Cantor de 33 anos disse estar chocado e triste com o caso (foto: Topi Press/Divulgação)

O cantor Nick Carter, dos Backstreet Boys, negou as acusações de assédio contra ele publicadas por Melissa Schuman, ex-integrante da banda Dream. Em um comunicado enviado à imprensa norte-americana, o artista de 37 anos afirmou que estava "chocado e triste" com a denúncia. De acordo com o relato, Melissa tinha 18 anos na época da agressão - ocorrida na casa de um amigo, na Califórnia - e Nick, 22. 

"Melissa nunca expressou para mim enquanto estávamos juntos ou em qualquer momento que algo que nós fizemos não foi consensual. Estou chocado e triste pelas acusações da srta. Schuman. É contrário à minha natureza e a tudo que eu prezo intencionalmente causar desconforto ou dor para alguém", disse o músico na nota. O caso é mais um em meio à série de revelações feitas contra músicos, atores e demais personalidades de Hollywood. 

O texto publicado por Melissa Schuman em seu blog pessoal afirma que os dois chegaram a flertar e foram à casa de um amigo dele. "Meu abusador, aos 22 anos, comprou bebidas e perguntou o que nós gostaríamos de beber. Não era uma festa louca e sim um encontro casual. Estávamos rindo, conversando... Nada fora do normal", contou. Depois de trocarem beijos no quarto, Nick teria levando-a ao banheiro e forçado uma relação sexual. 

"Perguntei o que estávamos fazendo ali e ele não respondeu. Então, ele me colocou em cima da pia e começou a desabotoar minha calça. Eu disse que não queria, mas ele não ouviu, não se importou", relatou ela. Ao se negar a praticar sexo oral em Carter, ele teria ficado com raiva. Em seguida, o cantor a levou para a cama e estuprou, mesmo após ela dizer que só gostaria de ter relações sexuais quando se casasse. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade