Publicidade

Correio Braziliense

Presença de Dylan O'Bryen e novidades de Maze runner são destaque do painel

Maze runner: A cura mortal, que estreia em janeiro, teve 11 minutos exibidos para o público da feira


postado em 09/12/2017 15:44

(foto: 20th Century Fox/Divulgação)
(foto: 20th Century Fox/Divulgação)

 
São Paulo – O painel mais aguardado da sexta-feira (8/12) na Comic Con Experience foi do estúdio 20th Century Fox. O público lotou o auditório Cinemark para prestigiar a presença do ator Dylan O'Bryen, protagonista da saga Maze runner.
 

O astro, que interpreta Thomas, veio ao país para divulgar o filme que encerra a trilogia, A cura mortal, que estreia em 26 de janeiro nos cinemas. "Esse é o último capítulo e se passa alguns meses de Prova de fogo. O Thomas parece uma pessoa mais adulta", diz sem dar grandes spoilers.

Mas se O'Bryen fez mistério, o estúdio não quis esconder nada e exibiu com exclusividade 11 minutos do novo filme. Nas cenas, Thomas e o restante da turma vão em busca de salvar Minho e travam cenas de ação e embate com os integrantes da CRUEL.


Mais novidades da 20th Century Fox


Além de Maze runner, o painel apresentou as principais novidades do estúdio até 2018, como o longa Os novos mutantes, que será lançado em 13 de abril. Para promover o filme, estiveram presentes os brasileiros Henry Zaga, que viverá Roberto Fonseca (Mancha solar) e Alice Braga, que interpreta uma médica. "Sempre fui muito fã de quadrinhos. Tentei fazer (o personagem) da forma mais fiel possível", afirmou o brasiliense Zaga.

A nova produção do universo dos X-Men teve como inspiração a HQ de mesmo nome e seguirá um gênero pouco explorado nos filmes de heróis: o terror.

Outra novidade anunciada foi a animação O touro Ferdinando, que estreia em 11 de janeiro. Baseado num livro, a animação mostra o touro que terá que lutar por não se encaixar em seus destinos: ir para o abate ou duelar. "É um filme muito emocionante. Uma história que atinge toda a família", analisa a atriz Maisa, que dublou a personagem Nina, uma humana amiga de Ferdinando.

De Carlos Saldanha, diretor brasileiro por trás da franquia A Era do Gelo, o longa conta com dublagens de Thalita Carauta, que faz a voz da cabra Lupy, e Otaviano Costa, que é o dublador do protagonista.

Com previsão de lançamento apenas em julho, o estúdio apresentou Alita, anjo se combate. A produção é inspirada num mangá homônimo, com produção de James Cameron e direção de Robert Rodrigues.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade