Publicidade

Correio Braziliense

As bandas vai-vem: Confira os grupos craques em despedidas

Confira 5 bandas brasileiras que se aposentaram, mas voltaram atrás (algumas vezes)


postado em 12/12/2017 11:30 / atualizado em 11/12/2017 19:39

A turnê de despedida da banda O Rappa passou por Brasília no início de dezembro(foto: Um Nome Comunicação/Divulgação)
A turnê de despedida da banda O Rappa passou por Brasília no início de dezembro (foto: Um Nome Comunicação/Divulgação)

No último mês de maio, a banda O Rappa anunciou que iria se separar. A notícia abalou alguns fãs, mas não foi uma surpresa. O motivo? O grupo comandado por Marcelo Falcão já havia anunciado o fim em 2009 e retornou ao palco logo em seguida. E não foi só O Rappa que ficou entre o vai e vem dos palcos. O Correio selecionou cinco bandas brasileiras que podem ser carinhosamente chamadas de bandas ioiô. Confira:

Los Hermanos

A banda Los Hermanos teve algumas idas e vindas durante a carreira(foto: Divulgação)
A banda Los Hermanos teve algumas idas e vindas durante a carreira (foto: Divulgação)
O quarteto que mistura rock e melodrama mais querido do Brasil anunciou o término definitivo durante uma turnê no final de 2015. A banda já havia encerrado as atividades em 2007, mas retornaram em 2010. Pararam e voltaram novamente em 2012, depois em 2015 para dizer que desta vez vai! Desde os shows espalhados pelo Brasil de 2015, a banda permanece desativada.

O Rappa

A turnê de despedida da banda O Rappa passou por Brasília no início de dezembro(foto: Um Nome Comunicação/Divulgação)
A turnê de despedida da banda O Rappa passou por Brasília no início de dezembro (foto: Um Nome Comunicação/Divulgação)
 
A banda anunciou, em maio de 2017, que entraria em uma pausa sem previsão de volta. A banda já havia interrompido as atividades entre 2009 e 2011. Ao retornarem aos palcos, pouco inovaram. Alguns críticos de música alegaram que terminar seria uma boa opção para manter a glória da banda.

Novos Baianos

Os Novos Baianos fizeram história com o CD Acabou Chorare nos anos 1970(foto: MilaMaluhy/Divulgacao)
Os Novos Baianos fizeram história com o CD Acabou Chorare nos anos 1970 (foto: MilaMaluhy/Divulgacao)
Grupo responsável pelo melhor disco da história da música brasileira segundo a revista Rolling Stone, Acabou chorare, os Novo Baianos fizeram carreira e história de 1969 a 1979, com música e militância, vivendo em uma espécie de comuna no Rio de Janeiro. Ao encerrar as atividades, o grupo retornou aos palcos em muitos momentos. Em 1987, o grupo se reuniu para uma apresentação no Teatro Castro Alves, em Salvador. Em 1990, se reuníram novamente para o carnaval baiano, mas a retomada não vingou. Sete anos depois, Os Novos Baianos retornam e lançam um disco, Infinito circular. Já em 2009, voltaram aos palcos, novamente no carnaval de Salvador. Pararam. No ano passado, enfim, anunciaram o retorno e estão em turnê pelo Brasil até os dias de hoje.

Barão Vermelho

A penúltima formação do Barão tinha Frejat nos vocais. Hoje, o posto é de Rodrigo Suricato(foto: Belinha Almendra/Divulgação)
A penúltima formação do Barão tinha Frejat nos vocais. Hoje, o posto é de Rodrigo Suricato (foto: Belinha Almendra/Divulgação)
 
A banda, que já contou com ilustres integrantes como Cazuza, Peninha e Frejat, entrou em cena em 1981. Em 2001, fez sua primeira (de muitas) pausas, durante o Rock in Rio. Não durou muito tempo. Em 2004, a banda voltou aos palcos, mas as atividades foram interrompidas em 2007, quando a banda resolveu parar as atividades mais uma vez. O (novo) retorno para uma turnê de novo álbum foi em 2013. Atualmente, a banda conta com o Superstar Rodrigo Suricato nos vocais.

Planet Hemp

Planet Hemp tem feito aparições em shows e festivais desde 2016(foto: Divulgação)
Planet Hemp tem feito aparições em shows e festivais desde 2016 (foto: Divulgação)

A controversa banda sofria ataques desde a criação, em 1993. O grupo, após a prisão do protagonista Marcelo D2 depois de um show em Brasília e muitas outras questões, deu tempo em 2001, mas logo voltou. Em 2003, o rap dos cariocas estava de volta à praça. Após uma longa pausa, o grupo retorna em 2010, mas parou no mesmo ano. Em 2012, a mesma coisa. Em 2016, eles iniciaram uma turnê que dura até os dias de hoje.
 
*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade