Publicidade

Correio Braziliense

Em homenagem ao Rio de Janeiro, João Bosco lança novo clipe

Após 20 anos sem lançar vídeos, o cantor João Bosco fez uma homenagem à cidade maravilhosa em 'Ultra leve'


postado em 12/12/2017 20:00 / atualizado em 12/12/2017 20:09

As imagens de João Bosco no clipe foram feitas no Solar dos Abacaxis, casarão antigo localizado no Rio(foto: Som Livre/Divulgação )
As imagens de João Bosco no clipe foram feitas no Solar dos Abacaxis, casarão antigo localizado no Rio (foto: Som Livre/Divulgação )

 

Após 20 anos sem lançar videoclipes, o cantor João Bosco aceitou a proposta do fotógrafo e diretor Jorge Bispo para compor um vídeo apaixonado pelo Rio de Janeiro. As imagens são acompanhadas da música Ultra leve, composição de Arnaldo Antunes. O cantor conta com a participação da filha Julia Bosco nos vocais. 

 

Além das imagens das belezas naturais da cidade maravilhosa, o Solar dos Abacaxis, localizado no bairro do Cosme Velho, é a locação onde as imagens do RJ são projetadas sobre o cantor e a filha Julia. O clipe foi lançado na última segunda-feira (11/12) e está disponível no canal da Som Livre, no Youtube.

 

Álbum de família 

A música Ultra leve faz parte do novo disco de João Bosco, Mano que zuera, lançado em outubro deste ano. O trabalho ainda conta com mais 10 faixas inéditas, coisa que Bosco não fazia há oito anos. O disco é um reflexo no Brasil atual, com participações de Francisco e Julia Bosco, filhos do cantor. A canção que ganhou um clipe, Ultra leve, canta os bairros do Rio de Janeiro, mas também traz reflexões como no trecho: "Guanabara não é só do morro pra cá".

 

Outras músicas do disco fazem homenagens à cidade que Bosco escolheu para viver. Em entrevista à Folha de São Paulo, o cantor declarou que a canção Quantos rios, faixa final do álbum, "é uma aposta em um Rio mais unido". A música remete à clássica bossa nova carioca.

 

O cantor, de 71 anos, fez história na música popular brasileira. Ao lado de Aldir Blanc, compôs o clássico O bêbado e a equilibrista, conhecida na marcante voz de Elis Regina, além de Falso brilhante, música que deu nome ao álbum homônimo da cantora, onde se encontra uma de suas músicas mais conhecidas, Como nossos pais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade