Publicidade

Correio Braziliense

Última edição da Moranga ocorre nesta quarta no Outro Calaf

Uma das festas mais queridas dos brasilienses, a Moranga chega ao fim com edição de despedida


postado em 10/01/2018 09:11

A festa da Moranga agitou as noites da cidade e foi apontada como um dos 50 motivos para amar Brasília (foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)
A festa da Moranga agitou as noites da cidade e foi apontada como um dos 50 motivos para amar Brasília (foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)
 
Uma das festas mais queridas dos brasilienses, a Moranga está dando adeus às noites candangas. Conhecida por abrigar diversos gêneros musicais, como o rap, bass, funk, pop e indie, e pela diversidade de público, a primeira edição da Moranga ocorreu em dezembro de 2013, e logo caiu no gosto dos brasilienses, passando a ser figurinha carimbada nas noites de quarta-feira dos baladeiros da capital.

Durante os quatro anos em que esteve em cena, sempre no Outro Calaf, foram mais de 200 edições, reunindo um público estimado em mais de 114 mil pessoas, em que cerca de 150 artistas locais, nacionais e internacionais, como DJ A, Jaloo, Gorky, João Brasil, Kosta Kostov (Alemanha), e Confronto Sound System vs Nego Moçambique, passaram pelo palco.

“Nosso sentimento é de dever cumprido. A moranga é uma festa que teve um papel muito importante na cidade, principalmente durante a Copa do Mundo, quando aconteceu nosso estouro de público”, afirma o produtor e DJ residente Spot.

Organizada em revezamento pelos produtores e artistas locais Spot, Vitão $$, Oga Julia, Bill, Cookie, DeltaFoxx, Ivan Bicudo e Bílis Negra, eles fizeram com que a festa nunca perdesse seu brilho e irreverência, trazendo a cada semana um evento com um tema diferente.

“Tivemos várias edições marcantes, como a Moranga paga suas contas, que foi uma festa em que realizamos um sorteio, e o vencedor teve todas suas contas pagas, além das edições do Rebolation, no qual realizamos vários concursos de danças, a Batalha de Ipods, entre outras com várias maluquices, trazendo touro mecânico, piscina e até jogando dinheiro do palco”, revela Spot.

A festa já foi considerada uma das melhores noites pela revista Playboy e um dos 50 motivos para amar Brasília. Uma das características mais marcantes da moranga são as projeções de imagens, realizadas pelo VJ Boca.

“A Moranga foi uma experiência muito legal para os envolvidos, onde pudemos experimentar várias possibilidades, tocando o som que a gente gosta, fazendo as pessoas entrarem na nossa onda”, enaltece Ivan Bicudo.

A última edição da moranga será realizada nesta noite, no Outro Calaf (SBS Q. 2, Bl. Q, lj 5/6, Ed. João Carlos Saad), a partir das  22h, com os DJs residentes Spot, Vitão $$, Ivan Bicudo, B. Love Evil Twin, Bill, Deltafoxx e New.old.school.

“Eu vejo o fim da moranga como o fechamento de um ciclo. Fico bastante contente com o resultado que obtivemos durante esses anos, momentos felizes e engraçados que eu jamais vou me esquecer”, declara Ivan.

Adeus, Moranga
Outro Calaf (SBS Q. 2, Bl. Q, lj 5/6, Ed. João Carlos Saad). Quarta (10), às 22h. Ingressos: R$ 10 (até 23h); R$ 20  (até 0h); após às 0h: R$ 30. Valores referentes à meia-entrada. Não recomendado para menores  de 18 anos.

*Estagiário sob a supervisão de Severino Francisco

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade