Publicidade

Correio Braziliense

Projeto 'Poetisas no topo' mostra a força das mulheres no rap

A edição reúne Drik Barbosa, Mariana Mello, Bivolt, Nabrisa, Souto MC, Karol de Souza e Azzy


postado em 13/01/2018 07:30

Poetisas no Topo reúne nomes talentosos da cena do rap atual(foto: Pineapple/Divulgação)
Poetisas no Topo reúne nomes talentosos da cena do rap atual (foto: Pineapple/Divulgação)

 
A ascensão do movimento hip-hop em território nacional e internacional é notável. No Brasil, uma das mostras dessa abertura de espaços é o projeto Poetas no topo, que nasceu em 2016, criado pela marca Pineapple Supply, e tem reunido grandes nomes da cena nacional para rimarem ao som do rap atual. 

A última edição veio para mostrar a força feminina no gênero e, com o nome de Poetisas no topo, mistura a voz de mulheres de diferentes estilos e vertentes da cena nacional. Em uma semana o clipe ultrapassou as 978 mil visualizações no YouTube e mostra que elas vieram para ficar.

O Poetisas no topo coloca em cena a performance ousada de Drik Barbosa, Mariana Mello, Bivolt, Nabrisa, Souto MC, Karol de Souza e Azzy. A cypher foi gravada no Rio de Janeiro na Pineapple storm TV, que surgiu de uma parceria da marca com o BrainStorm Estúdio. 
 

O projeto foi lançado dia 26 de dezembro de 2016 e tem 4 edições. Atualmente, são mais de 70 vídeos no canal com mais de 100 artistas diferentes. Paulo Alvarez, criador do projeto e da marca carioca, conta que a ideia é buscar aprimorar constantemente a qualidade musical e audiovisual das criações.

A edição feita somente com mulheres fez sucesso, e Paulo, que se envolveu profundamente com a cena do rap nos últimos anos, destaca que o público pode esperar por outras edições em breve. “As mulheres estão com uma representatividade muito maior na cena. O público, assim como a sociedade em geral, ainda é muito machista, então, nossa missão será sempre bater de frente pra desconstruir e agora faremos isso mais do que nunca”, afirma o produtor.

A ideia é colaborar para o fortalecimento cultural das produções femininas e mostrar que a voz delas promete conquistar novos espaços no rap. Paulo lembra de mulheres com nome de destaque na cena atual, como a brasiliense Flora Matos e Karol Conka. “Hoje em dia, as mulheres que mais ganham destaque são as que mostram qualidade em projetos acústicos, que é o formato mais em alta no cenário.”

Os bastidores despertam interesse do público e também ganharam espaço na produção. Uma websérie foi criada para mostrar as vivências dos artistas antes e durante as gravações, com episódios que mostram o cotidiano dos rappers e um pouco da descontração por trás das câmeras. 

Entre os representantes das edições passadas, nomes como o de Rincon Sapiência, Don L, Baco Exu do Blues e o brasiliense Freud marcaram presença.

O projeto coloca em destaque nomes conhecidos da cena underground e reúne vozes de diferentes estilos e tons em uma mesma batida, criando, em conjunto, uma grande composição. A produção dos vídeos ajuda a impulsionar a visibilidade e o sucesso dos lançamentos na internet, que abraçou com dedicação a cena hip-hop nos últimos tempos. 

Se o movimento já foi estigmatizado, hoje é reverenciado pelo público e promete se expandir ainda mais com a presença das vozes femininas da nova geração.
 
 
 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade