Publicidade

Correio Braziliense

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Barco a Vapor

Escritores de literatura infanto-juvenil de todo o Brasil podem participar


postado em 23/01/2018 18:15 / atualizado em 23/01/2018 18:22

Tadeu Sarmento ganhou o prêmio no ano passado com a obra O cometa é um sol que não deu certo(foto: Divulgação/Prêmio Barco a Vapor)
Tadeu Sarmento ganhou o prêmio no ano passado com a obra O cometa é um sol que não deu certo (foto: Divulgação/Prêmio Barco a Vapor)

 

Estão abertas as inscrições, até 31 de janeiro, para a 14ª edição do prêmio Barco a Vapor, uma iniciativa da Fundação SM. Podem concorrer escritores de todo o Brasil que tenham mais de 18 anos, morem no país e desenvolvam textos infanto-juvenis. As obras enviadas devem ser originais e pertencerem aos gêneros romance ou novela. 

  

O objetivo da premiação é fomentar a leitura entre jovens e crianças. Em nota à imprensa, o diretor de marketing da SM Vitor Hugo Vicente explica que "com o Prêmio, queremos despertar o interesse pela escrita e leitura, aguçar a criatividade e, claro, descobrir novos autores e histórias inéditas". 

 

Um júri formado por profissionais e especialistas em literatura escolherá o ganhador do concurso, que receberá um adiantamento dos direitos autorais no valor de R$ 40 mil e a obra enviada será publicada com o selo da coleção Barco a Vapor. A data de publicação da obra vencedora e o local da entrega do prêmo ainda não foram divulgados. 

 

Escolhido entre os mais de 1.300 textos envidos para o júri, o ganhador da edição passada foi o pernambucano Tadeu Sarmento com o livro O cometa é um sol que não deu certo. A obra fala sobre os refugiados sírios. Um ano antes, em 2016, Lucas de Carvalho, com Deslumbres e assombros, levou a melhor. 

 

A Fundação SM surgiu na Espanha e atualmente atua em 10 países. Chegou no Brasil no ano de 2014 e trouxe junto a vontade de apoiar e desenvolver projetos para a melhoria da qualidade da educação.

 

Confira o regulamento do prêmio Barco a Vapor e como se inscrever nele

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade