Publicidade

Correio Braziliense

Sequência de 'A paixão de Cristo' é confirmada por Jim Caviezel

Longa pretende dar continuidade a história bíblica, retratando a ressurreição de Cristo


postado em 31/01/2018 11:38 / atualizado em 31/01/2018 11:57

A sequência do longa vai retratar a ressurreição de Cristo (foto: A paixão de Cristo/Reprodução )
A sequência do longa vai retratar a ressurreição de Cristo (foto: A paixão de Cristo/Reprodução )
 
Um dos filmes bíblicos mais emblemáticos já produzido terá continuação. De acordo com o jornal norte-americano USA Today, o longa A paixão de Cristo voltará aos cinemas para dar continuidadeàa história de Jesus, retratando a ressurreição de Cristo.  

Em entrevista ao periódico, Jim Caviezel, que voltará a interpretar o papel de Jesus Cristo, afirmou: "Há coisas, que não posso dizer, que vão chocar o público". Catorze anos depois do longa original, o ator dará vida à figura máxima da Bíblia. Segundo a revista americana The Hollywood Repórter, Mel Gibson retornará ao papel de diretor e produtor do filme.

A paixão de Cristo: Ressurreição 

A sequência da produção que retrata a história bíblica estava nos planos de Mel Gibson havia um tempo. Em 2016, o ator e diretor comentou sobre os planos do filme, porém não tinha nada certo. 

"Estamos tentando fazer o filme de uma maneira atraente e esclarecedora, para que ele tenha uma nova luz, se possível, sem criar algo estranho". 

O longa será gravado 14 anos após as filmagens da primeira parte, que retratou as últimas 12 horas de Jesus antes da crucificação. A continuação vai contar a ressurreição de Cristo, três dias após ser crucificado.

Durante a entrevista ao USA Today, Jim Caviezel afirmou que a produção de Mel Gibson será "o maior filme da história", e que o diretor já encaminhou o projeto do filme, planejando as possíveis datas para inicio das filmagens. Entretanto, o longa não deve ser lançado antes do fim de 2019. 

O sucesso extraordinário 

A paixão de Cristo estreou em 2004, e logo agradou legiões de fieis e críticos do cinema. O filme tornou-se um sucesso de bilheteria no mundo todo e arrecadou mais de  US$ 611 milhões nos cinco continentes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade