Publicidade

Correio Braziliense

Nação Zumbi e BaianaSystem lançam música em homenagem ao carnaval

Música Alfazema faz referência às memórias criadas durante a folia, especial no Recife e na capital baiana


postado em 02/02/2018 13:34

Bandas já dividiram o palco, mas ainda não têm previsão de nova apresentação em conjunto(foto: Thiago Bernardes/Divulgação e Facebook/Reprodução)
Bandas já dividiram o palco, mas ainda não têm previsão de nova apresentação em conjunto (foto: Thiago Bernardes/Divulgação e Facebook/Reprodução)
 
À luz das comemorações em homenagem a Iemajá, divindade das religiões de matrizes africanas celebrada nesta sexta-feira (2), os pernambucanos da Nação Zumbi se uniram ao coletivo baiano BaianaSystem para o lançamento do single Alfazema. É a primeira vez que as duas bandas colaboram, concretizando um desejo antigo, já revelado pelos músicos. A faixa foi escrita por Russo Passapusso, Jorge Du Peixe, SekoBass, Dengue, Lúcio Maia e Pupilo, que também assina a produção. 

"Alfazema em Salvador. Lavanda no Recife. E a síntese de duas potências que se admiram e se misturam em harmonia", disse Pupilo, em comunicado, sobre o lançamento. "Essa faixa parte de um simbolismo feminino e remete às boas memórias. Alfazema eleva, alivia. É essa sensação de lembranças... do cheiro do carnaval de rua, associado ao ato de benzer, de envolver em proteção", completa Roberto Barreto, guitarrista do BaianaSystem. 

Os dois já dividiram o palco em maio de 2017, em um festival em São Paulo, mas ainda não há previsão para uma nova apresentação em conjunto, já que os dois grupos têm a agenda cheia para o carnaval. BaianaSystem foi atração da prévia Enquanto Isso na Sala da Justiça, no Centro de Convenções, e não passará novamente pelo estado durante a folia de Momo. Já a Nação Zumbi se apresenta no polo montado em Brasília Teimosa no dia 11 de fevereiro e será a responsável por fechar a programação de festas de Olinda, com show no palco batizado em homenagem a Chico Science, situado no bairro de Rio Doce, na quarta-feira de cinzas (14).
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade