Publicidade

Correio Braziliense

HQ traz a biografia do pensador Karl Marx

Obra de Corinne Maier e Anne Simon trata a história do filósofo com linguagem simples, acessível aos jovens


postado em 08/02/2018 06:30

Para marcar os 200 anos do nascimento do filósofo, HQ constrói narrativa polêmica(foto: Boitempo/Divulgação)
Para marcar os 200 anos do nascimento do filósofo, HQ constrói narrativa polêmica (foto: Boitempo/Divulgação)

 
"Uma coisa é certa: eu não sou marxista." A frase é do próprio Karl Marx em uma entrevista dada no fim da vida pelo filósofo, um dos mais importantes pensadores do século 19. O teórico do comunismo achava que o seu pensamento fora deturpado pelos seguidores e discordava de muito do que fizeram com suas ideias.

Essa passagem é uma das retratadas na HQ Marx, lançada agora no Brasil pelo selo Barricada (da Boitempo Editorial). A obra da psicanalista suíça Corinne Maier e da quadrinista francesa Anne Simon apresenta a trajetória de Marx, incluindo até as contradições na vida do filósofo.

Com linguagem acessível e ágil (amigável para jovens), a HQ conta de maneira clara momentos da vida e do pensamento do autor. Embora o foco seja na biografia de Marx, alguns conceitos técnicos também são explicados de maneira didática e rápida em trechos do quadrinho.

Sem medo de usar o humor, Corinne e Anne abordam situações delicadas da vida de Marx, como a gravidez de uma empregada que trabalhava para ele e para a esposa Jenny. O recurso dá leveza a essas situações e faz com que a HQ não se perca em uma caricatura apenas positiva da biografia do filósofo.

Embora o tom seja claramente de homenagem ao autor, os aspectos autoritários e geniosos da personalidade de Marx também aparecem em diversos momentos. “Comece excluindo todos que não concordam comigo”, diz, por exemplo, o filósofo na fundação do Comitê de Correspondência Comunista.

Apesar disso, Marx aparece sempre na figura de líder, inquieto e ávido por mudanças. A HQ mostra que vinha sempre dele o desejo de unir grupos em prol dos ideais do socialismo e cabia também a ele a missão de expressar essas reflexões ao resto do mundo.

Amizade

A HQ retrata também com destaque a relação entre Marx e o amigo Engels. Filho de industriais, Engels foi fundamental para a obra do filósofo nascido na Prússia, tanto como colaborador e incentivador nas ideias e na escrita quanto pela ajuda financeira dada em diversos momentos.

Obra máxima de Marx, O capital, por exemplo, teve intensa participação do amigo. Marx conseguiu lançar apenas o primeiro livro antes de morrer. O segundo e o terceiro foram concluídos e publicados por Engels.

Dificuldades

Outro ponto com bastante destaque no quadrinho são os percalços na trajetória de Marx para se tornar o que planejava ser. Ele, por exemplo, começou a fazer a faculdade de direito por imposição dos pais, mas o desejo verdadeiro era estudar filosofia. Depois da morte do pai, ele enveredou por esse caminho.

O dinheiro sempre foi um grande problema na vida do pensador. Com dificuldades para manter a si e a família, Marx dependeu de heranças esporádicas e de auxílios para conseguir se sustentar. Em diversos momentos da HQ, essa dificuldade é retratada.

SERVIÇO
Marx
Corinne Maier e Anne Simon. Barricada (Boitempo Editorial). 64 páginas. R$ 45.
 
 
 
 
 
 
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade