Publicidade

Correio Braziliense

Ex-integrante do Backstreet Boys foi acusado de estupro

A cantora Melissa Schuman prestou queixa na polícia de Santa Mônica acusando Nick Carter de estupro


postado em 08/02/2018 11:50 / atualizado em 08/02/2018 16:01

O caso aconteceu quando a cantora tinha 18 anos(foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP)
O caso aconteceu quando a cantora tinha 18 anos (foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP)

O cantor Nick Carter, integrante da boy band Backstreet Boys, foi denunciado à polícia de pela cantora Melissa Schuman na quarta-feira (7). Ela o acusa de estupro. 

 

Em novembro de 2017, Schuman - ex-integrante do grupo Dream - relatou em seu blog pessoal ter sido violentada por Carter em 2003, quando tinha 18 anos, e ele 22. À época, o músico negou a acusação. 

 

A cantora apresentou uma queixa no Departamento de Polícia de Santa Mônica, na Califórnia (EUA), de acordo com o site NME. ''Fazer essa denúncia foi a coisa mais poderosa que eu já fiz por mim mesma'', disse ao Entertainmente Tonight. 

 

No relato, Melissa Schuman afirma que o caso era tido por ela como um ''fardo'' e que ''sofria em silêncio''. Ela explica que o primeiro contato que teve com o cantor foi quando ele, por meio de um de seus representantes, demonstrou interesse romântico. 

 

Depois disso, enquanto eles participavam de um filme juntos, os dois tiveram o primeiro contato pessoal. Um dia, o cantor teria convidado ela para passar um dia juntos. Em determinado momento, ela e Carter teriam começado a se beijar, mas ela teria contado que não quis seguir em frente por causa de suas convicções religiosas. 

 

Mesmo após os pedidos, segundo a cantora, Nick Carter tirou as calças dela e praticou sexo oral. Em seguida, ele teria tirado as próprias calças e pediu para que ela fizesse o mesmo nele, ao que Melissa se negou. 

 

À época da publicação do relato e diante da repercussão, o cantor rebateu as acusações dizendo estar ''chocado'' e ''entristeciso''. ''Melissa nunca expressou para mim que nada do que fizemos não tinha sido consensual no período em que estivemos juntos'', afirmou. 

 

''É contra minha natureza e tudo o que eu defendo. Nunca causaria desconforto ou machucaria alguém intencionalmente'', afirmou.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade