Publicidade

Correio Braziliense

Após vídeo polêmico sobre armamento, Gusttavo Lima se explica no Instagram

O cantor disse apoiar o deputado federal Jair Bolsonaro e o armamento de civis no Brasil


postado em 26/02/2018 10:05 / atualizado em 26/02/2018 10:09

 

Na última quinta (22/2), o cantor sertanejo gerou controvérsias em sua conta no Instagram ao publicar um vídeo em que aparece praticando aulas de tiro nos Estados Unidos e falando sobre o apoio ao deputado Bolsonaro e a revogação do Estatuto do desarmamento. No domingo (25), Gusttavo publicou outro vídeo para se explicar. Nele, o cantor confirma o apoio ao armamento de civis no Brasil e diz que se trata somente de uma opinião.
 

"Então, eu sou a favor do porte de armas para pessoas coerentes, para pessoas sem antecedentes criminais, para pessoas que querem cuidar de suas famílias, para pessoas que querem cuidar dos seus bens maiores, então fica aqui a minha opinião, muito obrigado a todos", declarou.

 

O vídeo com a explicação já tem mais de 200 mil curtidas e também gerou conflitos entre os fãs. "Talvez se você tivesse uma arma e reagido poderia estar morto também. Lembre-se arma não te dá poderes especiais", escreveu um seguidor. "Não acompanho seu trabalho como cantor, mas agora tens um fã pela sua coragem. Tamo junto!", escreveu um de seus seguidores ao concordar com a opinião do cantor.

 

Polêmica

 

O cantor está de férias nos Estados Unidos e gerou polêmica por defender o armamento no Brasil nove dias após um jovem ter atirado e assassinado 17 pessoas em uma escola em Parkland, na Flórida. O jovem identificado como Nikolas Cruz era um ex-aluno e portava um rifle AR-15.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade