Publicidade

Correio Braziliense

Entra em circuito o longa em que Jennifer Lawrence interpreta uma espiã

Em mais uma aventura que exige vigor e preparo físico, a estrela Jennifer Lawrence se projeta em Operação Red Sparrow, nova parceria com o mesmo diretor do fenômeno Jogos vorazes


postado em 01/03/2018 07:46 / atualizado em 28/02/2018 18:06

Dominika, uma dançarina, é a primeira persona de Jennifer Lawrence(foto: Fox / Divulgação)
Dominika, uma dançarina, é a primeira persona de Jennifer Lawrence (foto: Fox / Divulgação)

 

Na casa das centenas de milhões, a estrela Jennifer Lawrence tem construído a carreira incrementada, desde 2010, com uma indicação ao Oscar pelo longa Inverno da alma. Enquanto ela crescia no terreno profissional — num trajeto oposto, depois de mais de 30 anos de dedicação a CIA, o agente Jason Matthews buscava o ócio. Mas, a diária lida com suspense e assuntos políticos não descansaram na cabeça do especialista em temas soviéticos que, para “efeito terapêutico”, se entregou à literatura. Best seller, na empreitada, Matthews acabou de lançar The Kremlin´s candidate, uma terceira parte para o primeiro romance, Red Sparrow. Ao custo de US$ 69 milhões, com cenas em Budapeste (Hungria), Bratislava (Eslováquia), Viena (Áustria) e Londres (Reino Unido), Operação Red Sparrow chega hoje aos cinemas, com Jennifer Lawrence no comando.

 

 


Muito complexo, um relacionamento entre a protagonista Dominika Egorova (Lawrence) — uma cidadã russa obrigada à vida de agente secreta — e o personagem de Joel Edgerton (O grande Gatsby), um agente da CIA, única fonte de acesso ao importante informante identificado como Marble, dá liga ao thriller cinematográfico.

“Eles parecem equilibrar o tempo todo uma confiança inerente que um tem no outro com a paranoia básica que faz parte de viver uma trajetória de espionagem internacional”, destacou a estrela de Jogos vorazes:  A esperança — O final. Vale lembrar que somente este último filme gerou dividendos aos produtores da ordem de mais de US$ 650 milhões.

Jogos Vorazes dialoga com Operação Red Sparrow não somente na ação enfatizada no filme e na presença de Jennifer Lawrence no elenco: traz a assinatura do diretor Francis Lawrence, na quarta parceria com a mesma estrela de Mãe!. Charlotte Rampling, na trama que reacende a Guerra Fria, interpreta Anna, um baluarte para o real significado do comunismo. Perita num jogo de manipulação mental e troca de informações confidenciais, Anna é a instrutora da Escola de Pardais para a qual Dominika é mandada. Anteriormente, a protagonista exercia função de destaque numa companhia de dança, até um acidente que lhe impossibilita maiores movimentos. No filme, a Ópera de Budapeste fez as vezes do Balé Bolshoi da ficção. Para a fita, foram recrutados expoentes de peso da dança, como Sergei Polunin e Nicole O´Neil.

Força feminina

A noção de corpos à disposição do Estado e o ensino da “arte da atração” (na Escola de Pardais) são elementos trabalhados pelo autor do best-seller no enredo do livro. Nisso, tomou uma real instituição, sediada em Kazan, por modelo para a ficção que tem Dominika como “produto da imaginação”, como sublinhou o escritor. “Modulamos muito qualquer coisa que fosse sexual ou incluísse nudez, para encontrar o tom certo”, observou o diretor Francis Lawrence, no material promocional do filme.

Atento ao potencial da personagem central, o ator Joel Edgerton, à frente do agente Nate Nash, enfatiza: “Sempre supomos que existe uma força em Dominika que os homens em sua vida subestimaram”. Operação Red Sparrow, com muita ação, investe ainda em temas como os sistemas de segurança falhos entre potências mundiais, relações comerciais e tortura. No filme, Jeremy Irons interpreta o general Korchnoi, do SVR (Serviço de Inteligência Estrangeiro), Marie-Louise Parker tem um papel de política, Thekla Reuten dá vida à Marta, uma comparsa involuntária de Dominika, e Matthias Schoenaerts vive o tio da protagonista.

  

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade