Publicidade

Correio Braziliense

Marina Lima vira 'funkeira' e manda clipe 'Só os coxinhas' para a rede

Cantora e compositora dança no meio da rua, em São Paulo, para divulgar a nova parceria com o irmão Antonio Cícero, imortal da Academia Brasileira de Letras


postado em 03/03/2018 11:57 / atualizado em 03/03/2018 13:48

Marina Lima gravou clipe no Vale do Anhangabaú, em São Paulo (foto: Reprodução)
Marina Lima gravou clipe no Vale do Anhangabaú, em São Paulo (foto: Reprodução)

A cantora e compositora Marina Lima, de 62 anos, caiu no funk carioca. Nesta sexta-feira (2/3), a autora dos hits oitentistas Fullgás e Pra começar mandou para as redes o clipe de Só os coxinhas – outra parceria com o irmão, o poeta e filósofo Antonio Cícero, imortal da Academia Brasileira de Letras.

Ironizando os apoiadores do impeachment de Dilma Rousseff, Marina surge na Região Central de São Paulo, em meio a botecos e interagindo com transeuntes, dançando na frente de portas grafitadas de megafone na mão. Cenas foram gravadas no Vale do Anhangabaú.


 
“Todo mundo curtiu e cantou. O dono da lanchonete, o vendedor da padaria. É o Brasil dando o seu recado”, afirmou a cantora. School/SS99, Fujocka e Rogério Cavalcanti assinam a direção criativa do trabalho.

A letra diz: "Agora faz um passinho/ Feito um pica-pauzinho/ Curtindo o seu inferninho/ Só os coxinhas, vai!/ Agora faz um sonzinho/ Com aquele seu apitinho/ Tirando aquele sarrinho/ Só os coxinhas, vai!". 

É o primeiro clipe de Marina desde os anos 1990. Em 2015, ela lançou o disco No osso, depois de um hiato fonográfico de 15 anos. Ano passado, ela trouxe a BH o show Três, ao lado do duo paraense Strobo, formado por Arthur Kunz (bateria e programações) e Leo Chermont (guitarra e efeitos).

Só os coxinhas é o primeiro single do disco Novas famílias, que reúne inéditas da cantora e compositora e será lançado em 16 de março. No Instagram, Marina postou: "Saiu o clipe pessoal!!! Fizemos com muito carinho e bom humor, esperamos que gostem".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade