Publicidade

Correio Braziliense

Filho de Gary Oldman defende o pai de acusações domésticas

Gulliver Oldman escreveu uma carta após a mãe, a modelo Donya Fiorentino, acusar Gary Oldman de agressão em 2001


postado em 07/03/2018 16:20 / atualizado em 07/03/2018 16:26

Gulliver (à esquerda) com a madrasta Gisele Schmidt, o pai Gary Oldman e o irmão mais novo Charlie(foto: Dia Dipasupil/AFP)
Gulliver (à esquerda) com a madrasta Gisele Schmidt, o pai Gary Oldman e o irmão mais novo Charlie (foto: Dia Dipasupil/AFP)

Gulliver Oldman, filho de Gary Oldman e Donya Fiorentino, escreveu uma carta em defesa do pai, na qual nega que tenha ocorrida agregação contra a mãe. Gulliver afirmou que Gary Oldman não agrediu Donya Fiorentino. "Isso não aconteceu. Qualquer um que diz que isso aconteceu, está mentindo”, afirmou.

"Meu irmão e eu temos acompanhado numerosas ocasiões ao longo de nossas vidas o grande jogo de minha mãe de tentar desesperadamente atacar nosso pai. E todas as ocasiões, a única resposta era que meu pai era inocente" completou.
 
Donya Fiorentino relembrou as acusações feitas em 2001 contra o ator Oldman após o próprio vencer o Oscar de melhor ator na interpretação de Winston Churchill no longa O destino de uma nação. Segundo Donya, Oldman a agrediu com um telefone na frente dos filhos.

“Parabéns, Gary. E parabéns para a Academia por premiar, não um, mas dois abusadores", disse Donya em entrevista ao site TMZ, se referindo ao ex-marido e a estrela Kobe Bryant, jogador da NBA acusado de estuprar uma mulher em 2003.
 









Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade