Publicidade

Correio Braziliense

Projeto Cine Cleo promove edição especial no Dia Internacional da Mulher

Criado no ano passado, o projeto tem como objetivo valorizar a presença feminina no cinema, com exibição de filmes que tenham mulheres envolvidas e também com debates


postado em 08/03/2018 07:00 / atualizado em 07/03/2018 16:23

O cine clube é realizado quinzenalmente no Conic(foto: Thaís Mallon/Divulgação)
O cine clube é realizado quinzenalmente no Conic (foto: Thaís Mallon/Divulgação)

Nesta quinta-feira (8/3), quando se celebra o Dia Internacional da Mulher, o projeto Cine Cleo realiza a oitava sessão do cine clube. O evento começa a partir das 19h e será na Faculdade de Artes Dulcina Moraes, no Conic. A entrada é gratuita.

"Inspeções midiáticas" é o tema da edição do evento, que ocorre quinzenalmente no espaço desde outubro do ano passado, por iniciativa do coletivo Cine Cleo, formado apenas por mulheres. O objetivo do projeto desde a criação é valorizar as produções femininas no cinema brasileiro, com exibição de filmes e promoção de debates.

"Nessa edição, a gente vai trazer o debate da questão da representatividade da mulher. Todas as mulheres sofrem com as inspeções midiáticas de alguma forma, com o corpo perfeito, a atitude perfeita... A gente decidiu selecionar essa sessão para o Dia da Mulher, porque acreditamos que a representação que a mídia faz de nós é nociva", analisa Natália Pires, produtora-executiva e diretora de produção do Cine Cleo.

A edição do Dia da Mulher terá a exibição de três filmes. A noite começa com dois curtas-metragens. São eles: Cores e botas, de Juliana Vicente (SP), e  Autópsia, de Mariana Barreiros (RJ). O primeiro acompanha Joana, uma menina comum dos anos 1980 que sonha em se tornar uma paquita. Porém, ela é negra e as ajudantes de palco de Xuxa sempre foram brancas e loiras. O segundo filme é uma inspeção de como a cultura e a mídia são responsáveis pela objetificação da mulher.



Recém-saído dos cinemas, o longa-metragem da noite é Câmara de espelhos, de Dea Ferraz, encerra a noite. O filme abre um questionamento do que a imagem feminina representa. Ao fim da sessão, o 8º Cine Cleo terá um debate com a presença da jornalista Maíra Valério e da professora Aida Feitosa.

SERVIÇO

8º Cine Cleo

Faculdade de Artes Dulcina Moraes (Conic). Em 8 de março (quinta-feira), às 19h. Entrada franca. verifique a classificação indicativa dos filmes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade