Publicidade

Correio Braziliense

Cantor Bono se desculpa por acusações de assédio na ONE, ONG que fundou

Cantor vai se reunir pessoalmente com as vítimas para saber como pode ajudar


postado em 11/03/2018 12:10

O cantor irlandês Bono, da banda U2, desculpou-se após as acusações de assédio e abuso contra funcionários da ONG ONE, da qual foi um dos fundadores em 2004, declarando-se irritado com os fatos.

O artista, 57, disse em um comunicado lamentar profundamente os fatos, denunciados neste domingo (11/3) pelo jornal The Mail, e prometeu se reunir com as vítimas para fazer um pedido pessoal de desculpas.

O jornal detalha uma série de incidentes de abuso verbal e assédio sexual, entre eles o de uma mulher casada que foi prejudicada profissionalmente por ter se negado a ter relação sexual com um membro do parlamento da Tanzânia.

A organização ONE, que luta contra a pobreza e trabalha na prevenção de doenças, com sede em Washington, inclui em sua diretoria o ex-premier britânico David Cameron, a diretora do Facebook Sheryl Sandberg e o magnata africano das telecomunicações Mo Ibrahim.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade