Publicidade

Correio Braziliense

Fernando Carpaneda apresenta mostra 'Homem objeto' em Brasília

Exposição será apresentada pela primeira vez no Brasil, após ganhar notoriedade no Salão de arte erótica de Seattle


postado em 14/03/2018 16:00 / atualizado em 14/03/2018 16:34

Desenho de Fernando Carpaneda na exposição Homem Objeto (foto: Fernando Carpaneda/Divulgação )
Desenho de Fernando Carpaneda na exposição Homem Objeto (foto: Fernando Carpaneda/Divulgação )
 
O artista plástico brasiliense Fernando Carpaneda, conhecido por realizar trabalhos de temática homoerótica e underground, volta à sua terra natal para apresentar a premiada mostra Homem objeto, na galeria XXX Arte Contemporânea em Brasilia, a partir de 17 de março. 

Essa será a primeira vez que a mostra é apresentada em solo brasileiro, após um longo período de exposição no Salão de arte erótica de Seattle, nos Estados Unidos, em 2017, o qual rendeu diversos prêmios para o artista, inclusive uma sala especifica na galeria para suas obras. 

O Homem objeto é composta por 20 esculturas e 11 desenhos, além de alguns trabalhos recuperados de amigos. A exposição conta com curadoria de Felipe Areda. 

"Fernando Carpaneda é um artista do desejo, interessado tanto em sua investigação quanto instigação. Em sua série “Homem como Objeto” expõe o desejo e a sua crueza. Não se trata da crítica política da objetificação, da reclamação do se tornar somente um “pedaço de carne”. Pelo contrário, Fernando evidencia aquele lugar existencial que faz de toda cama açougue, de todo olhar cutelo, de todo toque talho, de toda entrega sangria, de todo sexo carnificina. Sua escultura é uma radical arte corporal: os pelos do artista compõem as obras. Fernando objetifica-se e faz dos fragmentos de si elementos da narrativa desejante do outro", conta o curador Felipe Areda. 
 
Consagrado artista 

Fernando Carpaneda é um dos artistas plásticos mais importantes da arte contemporânea de Brasília, tendo como um dos primeiros apreciadores de suas obras Renato Russo. Atualmente, o artista de carreira internacional, tem reconhecimento e prestígio em grandes galerias espalhadas pelo mundo, como na Rússia, Espanha, Itália e EUA. 

Fernando foi um dos primeiros artistas plásticos brasileiros a divulgar e expor sistematicamente trabalhos de temática homoerótica e underground, retratados em esculturas de argila. 

Próximos passos 

A partir do dia 29 de março, Fernando Carpaneda vai expor a mostra Self-destruction poetry na 5ª edição da Bienal Instinct de Berlim, na Alemanha. 
 
Exposição individual de esculturas e desenhos de Fernando Carpaneda com curadoria de Felipe Areda.
XXX Arte Contemporânea em Brasilia (R. Sucupira, cs. 23, Condomínio Verde - Jardim Botânico). De 17 de março a 15 de abril. Visitas mediante a agendamento prévio, 99230-6980 (Rogério Carvalho). Verifique a classificação indicativa. Entrada franca.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade