Publicidade

Correio Braziliense

BBB18: Enquetes apontam eliminação de Diego e rejeição de Gleici aumenta

Emparedado pela liderança compartilhada entre a estudante do Acre e a família Lima, o escritor deve deixar o programa nesta terça-feira (20)


postado em 20/03/2018 10:31


A formação do paredão no último domingo (18/3) colocou Diego, Gleici e Jéssica no paredão. Caso siga as previsões das enquetes não-oficiais, o escritor paraense deve deixar a disputa pelo R$ 1,5 milhão nesta terça-feira (20). Favorita na última semana, Gleici aparece nas pesquisas com um índice de rejeição maior do que o esperado. 

Na manhã desta terça, faltando pouco mais de 12 horas para o encerramento da votação oficial, Diego apresenta uma larga desvantagem em relação a suas concorrentes de berlinda. De acordo com o Votalhada,  site que faz uma média das enquetes de portais e do Twitter, o paraense seria eliminado com 75,5% dos votos, enquanto Gleici aparece em segundo lugar, com 14,53% e Jéssica, na lanterna, com 9,97%. 

Contabilizando pouco mais de 1,7 milhão de votos, o UOL aponta o mesmo resultado: Diego aparece com 76,72%, seguido de Gleici com 12,90% e Jéssica com 10,38%. O site TV Foco, que acumula 242 mil votos computados, traz um cenário semelhante: o escritor aparece com 73,23%, a estudante do Acre com 18,29% e a personal trainer com 8,48%. 

No domingo (18), Diego foi indicado pela liderança compartilhada entre Gleici e família Lima - Ana Clara e Ayrton. A estudante, por sua vez, foi parar na berlinda pelas mãos de Diego depois que ele recebeu a ordem do Big Fone. 

Para esta semana, ele, que é tido como um dos grande jogadores desta edição, lançou mão de uma nova estratégia. Junto com Caruso e acreditando que o paredão seria formado pelos dois mais votados da casa, o escritor e o publicitário blefaram que votariam em Jéssica. A ideia, com isso, era tentar induzir os demais participantes a segui-los. 

A tática funcionou parcialmente e os votos ficaram concentrados em Caruso e Jéssica. O voto de minerva, no entanto, foi dado pelos líderes, que escolheram mandar a personal trainer para a linha de tiro. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade