Publicidade

Correio Braziliense

Produtores de 'The crown' da Netflix se desculpam por disparidade salarial

Produtora teria pago menos a atriz Claire Foy, protagonista da série


postado em 21/03/2018 14:20 / atualizado em 21/03/2018 14:23

Claire Foy foi premiada com um Globo de Ouro ao interpretar a rainha Elizabeth II na série (foto: Netflix/Divulgação)
Claire Foy foi premiada com um Globo de Ouro ao interpretar a rainha Elizabeth II na série (foto: Netflix/Divulgação)

 

A produtora britânica Left Bank Pictures se desculpou, na terça-feira (20/3), pela diferença salarial entre a atriz Claire Foy, que interpreta a rainha Elizabeth II, e o ator Matt Smith, que interpreta o príncipe Philip, na série da Netflix intitulada The crown.

 

De acordo com a produtora, os atores não estavam cientes da disparidade salarial quando o caso veio a público. "Nós queremos pedir desculpas para Claire Foy e Matt Smith, atores bilhantes e amigos, que entraram no centro de um turbilhão midiático nesta semana sem terem culpa", informaram os produtores em comunicado à imprensa.

 

A Left Bank Pictures disse ser responsável pelos salários e orçamentos e que os atores não podem ser pessoalmente responsabilizados. A produtora afirmou isso em virtude de uma petição criada para que Smith doasse a diferença salarial ao movimento Time's Up.

 

A produtora ainda disse estar unida na luta pelo salário justo em Hollywood e mostrou disposição em conversar com o movimento Time's Up britânico. Porém, apesar do pedido de desculpas, a produtora não afirmou se vai corrigir a diferença salarial. Nem a Netflix e nem os atores envolvidos no escândalo se pronunciaram sobre o caso.

 

 

The crown

 

Caminhando para a terceira temporada, The crown é uma série da Netflix e conta a história da rainha Elizabeth II. A produção já foi premiada com dois Globos de Ouro, um como melhor série dramática e outro com prêmio de melhor atriz em série dramática para Claire Foy.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade