Publicidade

Correio Braziliense

Minissérie sobre Chernobyl será protagonizada por Emilly Watson

História sobre o maior acidente nuclear terá também Stellan Skarsgard e Jared Harris como protagonistas


postado em 22/03/2018 11:00 / atualizado em 22/03/2018 11:01

Stellan Skarsgard, Emily Watson e Jared Harris são os proganistas de minissérie sobre Chernobyl(foto: Reprodução/Internet)
Stellan Skarsgard, Emily Watson e Jared Harris são os proganistas de minissérie sobre Chernobyl (foto: Reprodução/Internet)
 
A HBO anunciou, na segunda-feira (19/3), uma minissérie sobre o desaste Chernobyl, o maior acidente nuclear da história. Os atores Stellan Skarsgard (Os vingadores: Era de Ultron), Emilly Watson (A teoria de tudo) e Jared Harris (The crown) serão os protagonistas.

“Ninguém diria que seria um privilégio passar cinco meses em uma usina nuclear destruída se não fosse por um roteiro como esse de Craig Mazin, trabalhar com um diretor como Johan Renck, colaborar com uma produtora como Jane Featherstone, contracenar com um ator como Jared Harris e, finalmente, estar diante de Emily Watson, de quem sinto saudades por cerca de vinte anos ”, comentou Skarsgard, que estrelou ao lado de Watson em Ondas do destino (1996).

O ator sueco será Boris Shcherbina, que era vice-presidente do Conselho de Ministros da URSS e chefe do Gabinete de Combustível e Energia, que ficou encarregado da comissão sobre o acidente. Emily viverá Ulana Khomyuk, uma física que busca entender o que deu errado em Chernobyl para que evitar novos desastres como na cidade ucraniana. Enquanto Jared será Valery Legasov, o cientista que o Kremlin aponta para investigar o desastre.

A minissérie sobre o desastre nuclear de 1986 é uma coprodução entre a HBO e Sky. O roteiro da trama foi escrito por Craig Mazin (Se beber, não case parte II e III) e a direção é de Johan Renck (Distúrbios do prazer). A produção começa a ser gravada ainda este semestre na Lituânia e conta com cinco episódios.
 
O acidente nuclear de Chernobyl aconteceu em 26 de abril de 1986, quando um reator nuclear da Usina Nuclear de Chernobyl entrou em superaquecimento e explodiu, o que provocou uma grande emissão radioativa. A radiação afetou mais de cinco milhões de pessoas, segundo a Organização Mundial de Saúde. O número de mortos oficial foi de 30 pessoas e a ONU estimou em cerca de quatro mil vítimas do desastre.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade