Publicidade

Correio Braziliense

Bandolinista brasiliense Tiago Tunes toca com Hamilton de Holanda

O jovem músico, de 20 anos, se junta ao mestre em um repertório composto por músicas de Jacob do Bandolim


postado em 24/03/2018 07:30 / atualizado em 23/03/2018 19:32

Tiago Tunes é um dos grandes nomes da nova geração de músicos da capital(foto: Debora Amorim/Divulgação.)
Tiago Tunes é um dos grandes nomes da nova geração de músicos da capital (foto: Debora Amorim/Divulgação.)
 
O bandolinista brasiliense Tiago Tunes, de 20 anos, tocará neste fim de semana em Niterói (RJ), no Centro de Artes da Universidade Federal Fluminense. O convite foi feito pelo também bandolinista e amigo Hamilton de Holanda, que também construiu parte de sua carreira na capital federal. 
 
O repertório será composto por músicas de Jacob do Bandolim, parte da série de caprichos de Hamilton e uma feita por Tiago, chamada Um choro manouche. O brasiliense também fará uma participação no show de aniversário de Hamilton de Holanda, em 30 de março, ainda no Rio de Janeiro.
 

Tiago conta que não esperava ser chamado para os shows: “Quem me ligou foi o Marcos Portinari, produtor do Hamilton, chamando para participar do projeto. Foi uma surpresa boa”. As apresentações do fim de semana fazem parte da série Música Instrumental Brasileira, do violonista Zé Neto. A admiração entre os dois é mútua e, de acordo com Hamilton, será uma boa ocasião para a apresentação de Tiago: “Ele me ajuda a levar o bandolim também para o pessoal mais novo. O show será em uma universidade, com público mais jovem”, completa.

Hamilton de Holanda é um grande incentivador e colabora bastante com as novas gerações de músicos. Para ele, tanto os mais novos quanto os mais velhos têm algo a oferecer. “Quando comecei, tocava com músicos mais velhos. Depois, foram surgindo os outros, mais novos, e eu tocava com eles também”, comenta o músico. Tiago toca desde criança e sempre participou de rodas de choro com a mãe, Gabriela Tunes. Em seu disco, lançado em 2015, toca composições dele, de Hamilton e de Jacob do Bandolim. O jovem afirma que os dois são seus mestres.

Tradição

“O Tiago faz parte de uma tradição de grandes bandolinistas em Brasília e está cercado de outros músicos de qualidade. Veja os trabalhos de Ian Coury e Victor Angeleas, por exemplo”, afirma. Hamilton de Holanda mostra grande admiração pelos músicos mais jovens e conta que sempre teve vontade de conhecer quem trabalha na divulgação da música brasileira. “Não sei o que tem na água de Brasília, mas o pessoal gosta de um bandolim”, brinca o artista.

Os shows do fim de semana serão apenas com bandolim. Os 20 anos de diferença de idade entre Tiago e Hamilton farão uma homenagem ao centenário do mestre Jacob, comemorado neste ano. Apesar de Tiago e Hamilton já terem tocado algumas vezes, será a primeira vez que Tiago sobe ao palco da UFF. O último encontro foi no ano passado, em Brasília.

No show do dia 30 de março, que acontecerá em uma tradicional casa carioca, será comemorado o aniversário de 42 anos de Hamilton de Holanda. Em clima de festa, o aniversariante tocará músicas de todos os discos que lançou durante a carreira e contará com alguns convidados. A banda que acompanhará o bandolinista é composta por Thiago da Serrinha (percussão), Guto Wirtti (baixo) e o brasiliense Rafael dos Anjos (violão). O gaitista brasiliense Gabriel Grossi também fará participação no show.

*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade