Publicidade

Correio Braziliense

Saída do Maskavo Roots, cantora Joana Duah volta à cidade

A cantora Joana Duah, ex-vocalista do grupo Maskavo Roots, está de volta a Brasília em show no Clube do Choro


postado em 02/04/2018 06:33 / atualizado em 02/04/2018 10:49

Joana Duah: show minimalista, mas com repertório amplo e diversificado(foto: Renata Samarco / Divulgação)
Joana Duah: show minimalista, mas com repertório amplo e diversificado (foto: Renata Samarco / Divulgação)


Joana Duah é uma cidadã do mundo. A cantora brasiliense que iniciou a carreira na década de 1990, como vocalista do grupo de reggae brasiliense Maskavo Roots, tempos depois foi morar em Nova York, onde durante quatro anos fez shows no circuito noturno, participou de festivais de jazz e world music e se graduou em artes e performance musical.

De volta a Brasília, cantou com Guinga e Sérgio Santos num espetáculo, no Clube do Choro, em homenagem a Rosa Passos; participou de uma série de apresentações do conjunto Choro Livre em Buenos Aires, Lima e Dubai. Logo em seguida, radicou-se no Rio de Janeiro, onde além de cumprir temporadas em bares da Lapa, lançou Dá licença, o CD e estreia, lançado pela Rob Digital em 2011; e se juntou a Jovino Santos numa excursão a Israel.

No ano passado, Joana mudou-se para São Paulo, para acompanhar o marido Daniel Santiago (ex-diretor musical da banda Teatro Mágico) e lá se instalaram. Na pauliceia desvairada tem se envolvido em vários projetos ao lado de jovens músicos. Com dois deles, os paraibanos Salomão Soares (piano) e Guegué Medeiros (percussão) retorna à capital. Hoje e amanhã, às 21h, ela é a atração do projeto Clube do Choro Convida, no Espaço Cultural do Choro.

“Com esse show no Clube do Choro estou de volta aos palcos depois de dois anos, durante os quais me dediquei à minha filha Valentina. Brasília, por ser minha terra natal, foi escolhida para o retorno, após esse período sabático. Estou feliz também por ter ao meu lado em cena dois talentosos músicos da Paraíba, que atuam em São Paulo, onde os conheci”, explica Joana.

A cantora diz que o show pode ser considerado minimalista, tomando por base a formação que sobe ao palco, um trio de voz, piano e percussão. Mas torna-se grandioso por contemplar um repertório amplo e diversificado, que inclui músicas de Dorival Caymmi, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Milton Nascimento e, também de jovens compositores como os cariocas Luis Barcellos e Iara Ferreira. “Vou cantar ainda, pela primeira vez, coisas de minha autoria, em parceria com Daniel Sanntiago e Milena Tibúrcio, que vão fazer parte do meu segundo disco, em fase de pré-produção”, anuncia.

Trajetória

Brasiliense, Joana Duah iniciou a trajetória artística na adolescência. Aos 18 anos, gravou com o Maskavo Roots, o primeiro álbum, produzido por Carlos Eduardo Miranda e Nando Reis, e lançado pela Warner. Ao deixar a banda, foi morar em Nova York, a princípio para fazer o curso de Artes e Performance Musical. Mas ali cantou no circuito noturno, onde teve contato com músicos brasileiros, norte-americanos e com o colombiano Sebastian Cruz, líder do Grupo Coba. “Ele me convidou para ser vocalista do grupo, no qual fiquei por três anos. Antes de voltar ao Brasil, gravei um disco com o Coba”, conta.

Em Brasília, após o retorno, a cantora fixou pouco tempo. Inquieta, foi para o Rio e lá manteve-se com apresentações em bares da Lapa. Só no extinto Semente (que revelou a sambista Teresa Cristina) ficou em cartaz por quatro meses. Em 2016 ela, depois de muitas idas e vindas a São Paulo, passou a morar ali. “Como o Daniel (consagrado violonista e marido de Joana) radicou-se aqui. Não poderia ficar distante dele. Aqui fiz pós-graduação em canção popular, produção musical e performance”, ressalta.

O curso, na Faculdade Santa Marcelina, teve a orientação de Sérgio Molina, que convidou a cantora para ser vocalista de um projeto que ele criou, tendo como referência o legado da Vanguarda Paulistana, movimento liderado por Itamar Assumpção e Arrigo Barnabé. “Com o grupo liderado pelo Molina já fizemos show no Sesc Vila Madalena e Consolação. Vamos entrar em estúdio no segundo semestre para fazer o registro desse trabalho”, adianta.


Joana Duah
Show da cantora, acompanhada por Salomão Soares (piano) e Guegué Medeiros (percussão), hoje e amanhã, às 21h, pelo projeto Clube do Choro Convida. No Espaço Cultural do Choro (Eixo Monumental, ao lado do Centro de Convenções Ulysses Guimarães). Ingressos R$ 40 e R$ 20 (meia par estudantes). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 3224-0599.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade