Publicidade

Correio Braziliense

Mostra de curtas 'Brasília em plano aberto' faz homenagem à capital federal

Os curadores selecionaram quatro documentários brasilienses no mês em que a cidade completa 58 anos.


postado em 03/04/2018 15:45 / atualizado em 03/04/2018 16:14

Documentário sobre Afonso Brazza é um dos escolhidos(foto: Veríssimo Produções/Divulgação)
Documentário sobre Afonso Brazza é um dos escolhidos (foto: Veríssimo Produções/Divulgação)
 
No mês em que Brasília completa 58 anos, os curadores Wol Nunnes e Maurício Witczak escolheram quatro documentários de brasilienses que fazem referência à capital para a Mostra de curtas Brasília em plano aberto que ocorre no CCBB, na quarta-feira (4/4), às 19h30.

A mostra, que ocorre mensalmente e está na nona edição, apresenta um panorama dos últimos 40 anos da produção cinematográfica da capital, passando por diferentes gerações do cinema brasiliense. A ideia é exibir filmes que mostram ao público a diversidade da produção local, gerando troca de experiências e revelando a riqueza e a diversidade do cinema produzido em Brasília. 

“Ao disseminar o acervo da filmografia local, muitas vezes restritas aos festivais, nosso foco é valorizar os trabalhos dos realizadores do cinema brasiliense e contribuir para o resgate da memória cinematográfica da cidade. O cinema brasiliense já conta com um rico acervo de filmes, que foram produzidos nas últimas décadas. Além de valorizar e disseminar o formato de curta-metragem, a Brasília em plano aberto propõe o encontro de diversas gerações do cinema brasiliense e o diálogo com o público local”, explica Wol Nunnes, idealizadora da mostra.

Para o mês de aniversário de Brasília, os curadores selecionaram quatro documentários que trazem a cidade em seus roteiros para a nona sessão do Brasília em Plano Aberto.

“Nessa sessão de abril, o tema escolhido por mim e pelo Maurício Witczak foi documentário. São filmes que, de formas diversas, dialogam com a nossa cidade, além de retratar a identidade e a gênese da capital federal”, acrescenta Wol Nunnes

Cine drive-in, cinema sob o céu, de Claudio Moraes, fala sobre a maior tela de cinema a céu aberto da América Latina. A saga das candangas invisíveis de Denise Caputo fala sobre as mulheres que vieram para a construção de Brasília. O curta Afonso é uma Brazza, de Naji Sidki e James Gama, revela os sonhos do cineasta Afonso Brazza, ícone da cultura pop brasiliense morto em 2003. A programação se encerra com o filme Braxília, de Danyella Proença, que mostra a cidade pelo olhar do poeta Nicolas Behr.
 
 
Após as exibições dos curtas, será realizado bate-papo com os cineastas. O evento ainda conta com food bikes e DJs tocando as principais trilhas do cinema nacional e internacional.
 
SERVIÇO
Mostra de curtas Brasília em plano aberto
CCBB (Setor de Clubes Sul, Trecho 2). Quarta-feira (4/4), às 19h30.  Entrada gratuita.
 
*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade