Publicidade

Correio Braziliense

Pearl Jam conta que recusou turnê junto de Guns N' Roses e U2 em 1993

Alx Rose tentou juntar as três bandas, mas não obteve sucesso


postado em 03/04/2018 19:40 / atualizado em 03/04/2018 19:43

(foto: Reprodução/Internet)
(foto: Reprodução/Internet)
 
Em 1993, as bandas Pearl Jam, Guns N' Roses e U2 quase saíram juntas em turnê. A revelação foi feita pelo ex-empresário do Guns, Doug Goldstein em entrevista ao Alternative Nation.

A ideia foi de Axl Rose, vocalista do Guns N' Roses, após o Pearl Jam estourar com o álbum Ten, com diversos hits como Alive, Even flow e Black. "Axl me procurou uma manhã e disse: "não me importo se formos a banda de abertura, não me importo se não formos pagos, eu quero fazer um ou dois shows reunindo a gente, o Pearl Jam, com o U2 fechando. Você poderia ligar para todo mundo?" Eu disse: "Claro"", relatou Goldstein

Doug Goldstein contou que Paul McGuiness, gerente do U2, topou rapidamente. "Paul disse que adoraria. O show não seria sobre quem era o maior na época, era sobre fazer música. Axl já tinha concordado que o U2 fechasse a apresentação. Ele só queria tocar."

Quando entrou em contato com Kelly Curtis, empresário do Pearl Jam, não teve a resposta esperada. "Estávamos no meio de uma apresentação em Tel Aviv, então precisei entrar em um armário para escutá-lo. Perguntei se ele (Kelly) estava disponível e recebi um não. Insisti, mas ouviu-o dizer que não dava a mínima. Quando finalmente consegui fazer o convite, Kelly recusou na mesma hora. Perguntei se ele não consultaria a banda e Kelly mandou eu não me meter em seu trabalho."


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade