Publicidade

Correio Braziliense

Elvis Presley cometeu suicídio, diz viúva do astro em documentário

Em 'Elvis Presley: the searcher', recém-lançado nos EUA, Priscila Presley afirma que o marido quis se matar ao ingerir remédios que interromperam sua vida


postado em 09/04/2018 17:36 / atualizado em 09/04/2018 19:22

(foto: Bettmann/Getty Images)
(foto: Bettmann/Getty Images)

 
A verdadeira causa da morte do Rei do Rock teria sido suicídio. A afirmação é da viúva dele, Priscilla Presley (casados entre 1935 e 1977), gravada em vídeo antes do falecimento dele. O material foi aproveitado no documentário Elvis Presley: the searcher, recém-lançado nos Estados Unidos. A produção enfoca a conexão do artista com sua cidade Natal, Memphis (EUA). Oficialmente, o motivo alegado para o óbíto do cantor é overdose acidental de medicamentos para emagrecer. 

“Ele sabia o que estava fazendo e o que poderia acontecer [se ele errasse a dose]”, diz Priscilla na gravação. As pessoas me perguntam o motivo de eu não ter feito nada. Eu, as pessoas próximas a ele falávamos, mas ninguém conseguia obrigar o Elvis a nada. Todos tentavam e não tínhamos nenhuma chance com ele”, completa. 

Duas cartas divulgadas há poucos meses por Joe Esposito, amigo pessoal e empresário de Elvis, sugerem o planejamento do autoextermínio pelo roqueiro: “Eu estou doente e cansado da minha vida, eu preciso descansar”, teria escrito o artista.

O meio irmão do músico, Rick Stanley, também corrobora a tese: “Para mim, (essas cartas) são um indício claro de que suicídio estava passando pela cabeça dele", disse o Rick ao The Sun

Elvis Presley faleceu em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos, eternizado por sua obra e pelos famosos gritos de "Elvis não morreu", que ecoam até hoje. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade