Publicidade

Correio Braziliense

BBB18: Kaysar desabafa sobre vida na Síria pela primeira vez

O sírio, que sempre foi reservado sobre sua vida fora do confinamento, resolveu se abrir para Jéssica na madrugada deste domingo (8): 'Perdi tantas amizades, tantas pessoas perto de mim'


postado em 09/04/2018 18:53

'Meu sonho de tirar eles de lá nunca vai parar', diz Kaysar sobre trazer a família da Síria para o Brasil(foto: Globo/Paulo Belote)
'Meu sonho de tirar eles de lá nunca vai parar', diz Kaysar sobre trazer a família da Síria para o Brasil (foto: Globo/Paulo Belote)

 
Kaysar nasceu em Alepo, na Síria. Viu a guerra de perto e mudou de continente: veio para o Brasil e mora em Curitiba, no Paraná. O brother sempre foi reservado quando o assunto é sua vida fora do confinamento. No entanto, na madrugada deste domingo (8/4), o sírio resolveu desabafar com Jéssica. 

"Me dá dor no meu coração quando eu lembro dos amigos que eu perdi na guerra. Eu penso assim, se eu estivesse lá com eles, talvez estaria também morto. Todos os melhores amigos que eu tinha, estudei com eles. Perdi tantas amizades, tantas pessoas perto de mim, eram muitos amigos. Uma das histórias piores: meu amigo tava falando com a mãe dele, falando parabéns no dia das mães, e levou bala na cabeça dele. Morreu. Quantas vezes essa lembrança vem na minha cabeça... Me dá uma tristeza e, ao mesmo tempo, agradeço muito que não aconteceu isso comigo, eu tô vivo até agora. Eu tenho outros amigos que já eram, outros que foram sequestrados, furaram o corpo deles, outro cortaram pedaços e jogaram fora. Umas coisas pesadas. Quando eu vou lembrar, é muito ruim, na verdade", contou ele. 

O brother ainda lembrou da saudade que sente da família: "Às vezes, eu falo que deveria também estar lá com a minha família, aguentar o sofrimento que eles sofrem, aguentar as coisas que eles tão passando. Aguentar o choro da minha mãe, que nunca chorou na minha frente, no telefone. E meu pai, que eu sei que às vezes meu pai não conversa comigo por causa que sente minha falta. Eu também sinto falta dele". 

Kaysar também explicou a conexão que sentiu com o ex-BBB Caruso, que foi eliminado no nono paredão com 81,56% dos votos. Segundo ele, o publicitário tinha semelhanças com um antigo amigo da Síria: "O Caruso, quando tava aqui, eu tinha um amigo meu igual ele, bem parecido, que morreu. Eu nunca falei isso. Morreu na guerra. E, quando vi, Caruso era igual ele e me deu uma coisa pesada. Fiz amizade com ele boa, dava risada, não consegui ficar bravo com ele, chateado, porque cada vez que eu olhava pra ele lembrava do meu amigo". 

O sírio ainda aproveitou o embalo para contar sobre sua antiga namorada, também morta na guerra de Aleppo: "A história com minha primeira namorada foi ótima, linda, maravilhosa. E como acabou? Péssimo. Tudo que tava, até esperar pra ver ela, até conseguir conquistar o coração dela, segurar a mão dela, eu demorei tanto tempo e aí... Como acabou a história, é ruim quando eu lembro. É pesado. Ela morreu, sabe? Mas do jeito que ela foi, é uma coisa ruim. Não sei porque tô falando agora, mas é pesado, não sei quantas balas ela levou".

"Não sei porque hoje quis falar isso", comentou ele para Jéssica, que escutou as histórias atentamente. Kaysar ainda tece elogios ao Brasil: "Por isso eu falo que ninguém me tira daqui, do Brasil, só Deus. Por isso eu defendo muito o Brasil. Sempre defendi, desde que cheguei". 

Após ser indicado para a berlinda pelo líder Breno, o sírio disse que desmaiaria caso encontrasse seus pais na eliminação e afirmou que não desistirá de trazer a família para o Brasil: "Meu sonho de tirar eles de lá nunca vai parar. Até o meu coração parar, eu espero. E tomara que meu coração pare antes deles ou quero ver eles. Quero ver minha família, quero tirar minha família de lá. E eu vou conseguir. Vou tirar minha família de onde eles moram, vou trazer eles pra cá com minha irmã. Vou fazer minha vida, um Natal", disse. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade