Publicidade

Correio Braziliense

Cantora brasiliense Moara lança o primeiro clipe da carreira; confira

Com uma letra feminista, a jovem explica no refrão: "meu corpo é meu"


postado em 10/04/2018 18:50 / atualizado em 10/04/2018 18:53

O clipe de 'Peito aberto' foi gravado no Lago Paranoá(foto: Thaís Mallon/Divulgação)
O clipe de 'Peito aberto' foi gravado no Lago Paranoá (foto: Thaís Mallon/Divulgação)

A jovem brasiliense Moara divulgou, nesta terça-feira (10/4), o primeiro clipe da carreira, a canção Peito aberto. Este é o primeiro single da carreira da cantora e estará presente em um EP, que tem data de lançamento prevista para maio deste ano e vai contar com cinco músicas autorais.

 

A música é feminista e fala sobre ser maior que o assédio vivenciado pelas mulheres diariamente nas ruas, além de abordar a aceitação do corpo como ele é. Peito aberto também possui uma letra forte e no refrão Moara canta: "meu corpo é meu". 

 

 

 

A própria cantora afirmou em nota à imprensa que: "Peito aberto significa o encontro com a parte de mim que neguei durante anos, é o grito que eu calei. O desejo de sair na rua sem medo, de mostrar o corpo sem vergonha, o entendimento de que esse corpo me pertence, com cada particularidade que carrega, e ele é lindo exatamente como é!"

 

Com direção, fotografia e edição de Thaís Mallon, o clipe foi gravado na margem do Lago Paranoá em Brasília. No vídeo, Moara está sempre em contato com a natureza, seja dentro d'água, seja perto de árvores. Há uma brincadeira nas imagens mostradas em Peito aberto, pois a montagem possui sobreposições de imagens, cortes e desfoques. 

 

Somadas ao timbre de Moara estão as vozes de: Áurea Liz (atriz e dramaturga), Beatriz Águida (cantora e compositora), Carmen Manfredini (irmã de Renato Russo), Daniela Vieira (multi-instrumentista, cantora e compositora), Fernanda Fontoura (psicóloga, cantora e compositora), Gelly Saigg (atriz), Isabella Pina (percussionista e cantora), Lai (cantora e compositora), Raquel Reis (cantora e compositora), Taís Cardoso (cantora e musicista), Tatiana Nascimento (poeta, cantora e editora) e Vera Veronika (primeira rapper do DF). Todas elas formam o coro da música e representam a força, a súplica e a união entre mulheres.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade