Publicidade

Correio Braziliense

BBB18: prova de resistência passa de 24 horas; Gleici desiste

Até o momento, nenhum participante deixou a disputa. Prova do líder e formação de paredão estão previstas para sábado (14/4)


postado em 13/04/2018 18:31 / atualizado em 14/04/2018 00:32

Vencedor vai garantir, no mínimo, a quarta colocação no reality
Vencedor vai garantir, no mínimo, a quarta colocação no reality
 
A uma semana da grande final, a tensão e a expectativa pairam sobre a casa mais vigiada do Brasil. Neste momento, os brothers (Ana Clara, Kaysar, Paula e Breno) participam de uma prova de resistência que vai garantir a imunidade e, no mínimo, a quarta colocação do BBB18. Após mais de 24 horas de prova, Gleici foi a primeira a desistir. 
 
O vencedor está fora do paredão e também da prova do líder, que a produção previu para realizar no sábado (14/4). No domingo, ocorre a eliminação e um novo paredão, o último desta temporada. A prova ficou entre os assuntos mais comentado no Twitter brasileiro. 

Na prova Giro Maluco, cada brother deve ficar em pé na plataforma em volta de um carro - devidamente protegido pelo cinto de segurança. Há três chances de ter mais conforto e passar cinco minutos dentro do carro para descansar. Para isso, o brother deve apertar o botão para solicitar a parada. O último que restar na prova será o vencedor e também vai ganhar o carro.
 
Pouco após a prova completar 22 horas de duração, os brothers começaram a especular: Paula acredita que este é o último teste de resistência da competição. "O tempo está curto", ela afirmou. Os participantes também tentaram adivinhar o horário.  

Ana Clara havia apertado o botão duas vezes e contou que não estava se sentindo bem. Ela pediu para Gleici checar se estava "branca". A sister apresentava palidez e dava a impressão de estar enjoada devido aos giros constantes da plataforma.

As amigas cantaram juntas, na tentativa de passar o tempo. "Quero muito sair daqui", disse Ana Clara, quando a disputa atingiu a duração de 15 horas.  Porém, a sister se recuperou do mal-estar e contou aos brothers que sua visão chegou a ficar escurecida. Ela achou que poderia desmaiar. Enquanto estava tentando contornar a situação, Ana Clara disse que estava respirando tão fundo que sentia sede.

Notando o mal-estar da sister, Paula comentou que, se estivesse em seu lugar, já teria saído. Gleici não quis estender esse assunto e indicou que Ana Clara saberia a hora de desistir, se fosse o caso. Durante a noite, os brothers conversaram muito e comentaram sobre a passagem dos demais concorrentes pelo reality, além de contar histórias pessoais. 
 
(foto: Globo/Reprodução(foto: Ana Clara não se sente bem em prova de resistência)
(foto: Globo/Reprodução (foto: Ana Clara não se sente bem em prova de resistência)
 
 
Com 20 horas de prova completadas, Gleici e Ana Clara haviam apertado o botão de parada duas vezes cada uma e Paula, uma. Os demais participantes não haviam feito nenhum intervalo. Depois de Gleici pedir seu primeiro intervalo de descanso, Kaysar incentivou a sister a seguir em frente: "Eu preciso de você, você precisa de mim. Agora, nessa prova. Entendeu?". Quando a estudante de psicologia acreana apertou o botão pela segunda vez, disse que foi sem querer. Agora, resta apenas um intervalo disponível para ela e Ana Clara. 

Gleici e Kaysar conversaram em diversos momentos um com o outro ao longo da disputa. A sister fez perguntas sobre aspectos da Síria. "E os aeroportos lá, como é que são?". "Na minha cidade estava fechado", respondeu o brother, que é de Aleppo.
 
A Síria viu a eclosão de uma guerra civil em 2010. O conflito se estende até hoje e passou a envolver a atuação de outros países da região e das potências globais – EUA, China e Rússia – respaldando ou o governo de Bashar Al-Assad ou os insurgentes. Nesta semana, o governo do presidente Donald Trump (EUA) estuda lançar um ataque contra instalações militares sírias, em retaliação ao uso de armas químicas por parte do governo num reduto rebelde, no fim de semana passado. A Síria e a Rússia negal que Assad tenha ordenado o ataque, que seria uma armação dos insurgentes.

Durante toda a quinta-feira (12/4), os participantes comentavam sobre o que poderia acontecer à noite e que não queriam disputar uma prova de resistência. Quando Tiago Leifert anunciou como seria a prova, os brothers não esconderam a insatisfação. Breno, Ana Clara e Gleici reclamaram que esta é a prova mais entediante que já fizeram.
 

Militância

Perto das 21 horas de prova — sem desistências — a acreana Gleici contou aos outros participantes sobre seu envolvimento com a política. "Sempre fui militante, ativista. Sempre tive uma causa. Comecei na juventude do meu bairro", afirmou, em conversa com a amiga Ana Clara. Gleici falou também que, nos finais de semana, participa de encontros da juventude e de mulheres, além de manifestações "Lá no Rio tem muito também", responde Ana Clara, completando ainda que ela e o pai, Ayrton, já correram de bomba de gás lacrimogênio. 

 

Nas últimas horas de prova, a dupla dominou a conversa, enquanto os outros participantes enfrentam a prova praticamente calados. Aparentemente ansiosa, Paula roía as unhas. Kaysar fazia perguntas de vez em quando.

 

A carioca Ana Clara se empolga ao falar do time de líderes de torcida do qual participa, e é capitã, na faculdade. A amiga pergunta se Ana é a popular, "que nem nos filmes", mas a ruiva explica que é bem diferente. No entanto, ressalta que é um esporte perigoso. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade