Publicidade

Correio Braziliense

Direção decide encerrar prova de resistência mais longa da história do BBB

Kaysar e Ana Clara estavam há quase 43 horas na disputa. Cada um levará um carro e os dois terão que decidir quem ficará com a imunidade


postado em 14/04/2018 18:42 / atualizado em 14/04/2018 23:53

(foto: TV Globo/Reprodução)
(foto: TV Globo/Reprodução)
 
A prova de resistência mais longa da história do Big Brother Brasil terminou na noite deste sábado (14/4), após quese 43 horas de duração. Mesmo após esse tempo, nenhum dos dois finalistas, Ana Clara e Kaysar, desistiram da disputa. Por motivos de saúde, a produção do programa decidiu encerrar a prova e declarar empate entre os dois.
 
 
 
Os dois participantes vão ganhar um carro — que era um dos prêmios da prova. O outro prêmio — a imunidade —, teria que ser decidida entre ambos. "A gente admira o quanto vocês lutaram", destacou o apresentador do programa, Tiago Leifert.
 
Horas depois, Kaysar decidiu ceder a imunidade à Família Lima. "Senão meu coração vai ficar quebrado", disse o sírio. 

Como foi a prova?

 Quando eles atingiram a marca de 36 horas sem se alimentar, a produção ofereceu um copo de isotônico a cada um, com o conselho de que tomassem a bebida devagar. A medida visa a evitar desitratação. 

Os brothers perguntaram se era "obrigatório beber" e ouviram da "voz" que a atitude era "extremamente recomendável para a saúde de vocês". Casa um recebeu um copo, e Kaysar estava bebendo rapidamente, quando Ana Clara o lembrou do conselho: "Bebe devagar, Kaysar, devagar". Ele comentou: "Tá gostoso!".

Enquanto bebiam o isotônico, Ana Clara afirmou que "também não é para se matar", porque "existem coisas na vida maiores do que o jogo". Kaysar indagou: "Maior que a minha mãe? Eu faço tudo para quem? Para mim?". A sister respondeu: "Não é isso que estou falando". 

Depois do diálogo, Kaysar deu as costas para Ana Clara e ficou em silêncio. A filha da família Lima engatou um papo consigo mesma, no qual disse: "Não tem jeito de eu não vencer essa prova". Comentou que sua mãe deveria "estar besta", disse que "fantasiou" vários passeios com o carro, salientando que não tem dinheiro para comprar um automóvel como esse. 

(foto: TV Globo/Reprodução)
(foto: TV Globo/Reprodução)

Impressionado com o desempenho dos brothers, o apresentador Tiago Leifert registrou o recorde em seu Twitter: "Ana Clara e Kaysar: 36 horas de prova até aqu".

No Twitter, "Ana Clara e Kaysar" e "Força, Ana Clara" ficaram entre os tópicos mais comentados na manhã deste sábado (14). Os ex-BBBs Mahmoud e Mara Telles declararam torcida por Ana Clara. 

Após as 36 horas de prova, Kaysar apenas murmurava palavras para si. Ana Clara cantou diversas músicas, dançou um pouquinho e fez exercício de memória, relembrando toda a árvore genealógica de sua família. Ela também afirmou sentir falta de leitura: "Queria que tivesse um livrinho aqui". A sister também adaptou a letra de diversas músicas, confessando ter "dor na panturrilha", achar que irá "passar muita vergonha" se depois de todo o esforço não ganhar o carro e pedindo para o boi da cara preta pegar o "Kaysar que tem medo de paredão". 

Passadas as 39 horas de prova e depois de um longo tempo com os dois competidores em silêncio, Ana Clara iniciou um monólogo. Disse que estava sentindo muitas dores do corpo, que estava "difícil" continuar e que não apertava o botão para um terceiro tempo de descanso por temer dormir dentro do carro. 

(foto: TV Globo/Reprodução)
(foto: TV Globo/Reprodução)

Pouco antes de a prova completar 40 horas, a produção parou por alguns minutos o giro da plataforma. Ana Clara seguiu cantando. Kaysar perguntou: "O que aconteceu?". Ela: "Sei lá".  

O recorde anterior de duração de uma prova de resistência no BBB era de 29 horas e 57 minutos e quase havia sido batido nessa edição, na prova de resistência vencida por Kaysar, que derrotou Jéssica após 29h38 sem se alimentar, dormir e ir ao banheiro. O brother ganhou um carro 0 Km ao vencer essa primeira prova. Ayrton, o pai de Ana Clara, ironizou a situação em comentário na casa, ao dizer que, caso vença novamente, Kaysar poderá "abrir uma concessionária". 

Gleici foi a primeira a deixar a prova, seguida por Breno e Paula, que alegou que não aguentaria mais pela 'vontade de ir ao banheiro', já de madrugada. Ana Clara ainda tem direito a uma pausa de cinco minutos dentro do carro, e Kaysar pode fazer mais dois intervalos, já que usou apenas uma de suas três paradas possíveis até aqui. 

O vencedor dessa disputa está fora do paredão e também da prova do líder, que a produção previu para ser realizada neste sábado. No domingo, ocorre a eliminação e um novo paredão, o último desta temporada. 

Na prova Giro Maluco, cada brother deve ficar em pé na plataforma em volta de um carro - devidamente protegido pelo cinto de segurança. Há três chances de ter mais conforto e passar cinco minutos dentro do carro para descansar. Para isso, o brother deve apertar o botão para solicitar a parada. O último que restar na prova será o vencedor e também vai ganhar o carro.

No início da tarde desta sexta (13/4), depois de completadas 15 horas de prova, Ana Clara havia apertado o botão duas vezes e contou que não estava se sentindo bem. Ela pediu para Gleici checar se estava "branca". A sister apresentava palidez e dava a impressão de estar enjoada devido aos giros constantes da plataforma.
 
As amigas cantaram juntas, na tentativa de passar o tempo. "Quero muito sair daqui", disse Ana Clara, quando a disputa atingiu a duração de 15 horas.  Porém, a sister se recuperou do mal-estar e contou aos brothers que sua visão chegou a ficar escurecida. Ela achou que poderia desmaiar. Enquanto estava tentando contornar a situação, Ana Clara disse que estava respirando tão fundo que sentia sede. 

Notando o mal-estar da sister, Paula comentou que, se estivesse em seu lugar, já teria saído. Gleici não quis estender esse assunto e indicou que Ana Clara saberia a hora de desistir, se fosse o caso. Durante a noite, os brothers conversaram muito e comentaram sobre a passagem dos demais concorrentes pelo reality, além de contar histórias pessoais. 

Com 19 horas de prova completadas, Gleici e Ana Clara haviam apertado o botão de parada duas vezes cada uma e Paula, uma. Os demais participantes não haviam feito nenhum intervalo. Depois de Gleici pedir seu primeiro intervalo de descanso, Kaysar incentivou a sister a seguir em frente: "Eu preciso de você, você precisa de mim. Agora, nessa prova. Entendeu?". Quando a estudante de psicologia acreana apertou o botão pela segunda vez, disse que foi sem querer. Agora, resta apenas um intervalo disponível para ela e Ana Clara. 

Gleici e Kaysar conversaram em diversos momentos um com o outro ao longo da disputa. A sister fez perguntas sobre aspectos da Síria. "E os aeroportos lá, como é que são?". "Na minha cidade estava fechado", respondeu o brother, que é de Aleppo. 

A Síria viu a eclosão de uma guerra civil em 2010. O conflito se estende até hoje e passou a envolver a atuação de outros países da região e das potências globais – EUA, China e Rússia – respaldando ou o governo de Bashar Al-Assad ou os insurgentes. Na noite desta sexta, os EUA lançaram um ataque contra a Síria, em retaliação ao suposto uso de armas químicas pelo regime de Bashar al-Assad contra a população do reduto rebelde de Douma, no fim de semana passado. A Síria e a Rússia negam que Assad tenha ordenado o ataque, que seria uma armação dos insurgentes. A Rússia afirmou que o ataque "não ficará sem resposta".  

Durante toda a quinta-feira (12/4), os participantes comentavam sobre o que poderia acontecer à noite e que não queriam disputar uma prova de resistência. Quando Tiago Leifert anunciou como seria a prova, os brothers não esconderam a insatisfação. Breno, Ana Clara e Gleici reclamaram que esta é a prova mais entediante que já fizeram.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade