Publicidade

Correio Braziliense

'É machismo atribuir só a mim mudanças de Fátima', diz Túlio Gadelha

Em entrevista, advogado pernambucano reafirmou sua intenção de candidatar-se a deputado federal


postado em 23/04/2018 09:57

Uma das bandeiras que defende como filiado ao PDT é o fim dos
Uma das bandeiras que defende como filiado ao PDT é o fim dos "oligopólios midiáticos" no Brasil (foto: Vagalume Comunicação/Divulgacao)

 

"Eu já encontrei ela assim, desse jeito. Realizada profissionalmente, pessoalmente", declarou o advogado pernambucano Túlio Gadelha sobre a namorada, a apresentadora Fátima Bernardes. Em em entrevista à Folha de São Paulo, ele comentou sobre o relacionamento global.

 

"Acho que há um pouco de machismo nisso de atribuir só a mim o momento atual dela", afirmou, a respeito do fato de muitos fazerem a associação entre o namoro dos dois e as mudanças na vida de Fátima Bernardes, que tem se mostrado mais despojada nos últimos meses. A apresentadora do Encontro se separou do jornalista William Bonner em 2016, após 26 anos de casados.

 

Gadelha também comentou que as diferenças de idade, gostos ou posicionamentos não são entraves mas, sim, fatores enriquecedores para a relação. "Nunca mudei minhas posições, minha visão de mundo, minhas críticas. Ela continua trabalhando na mesma empresa, seu programa segue com as mesmas pautas", acrescenta. Os dois se encontram, em média, a cada 15 dias, ora no Rio de Janeiro, ora no Recife. 

 

Filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT), Túlio Gadelha também disse que pretende se candidatar a deputado federal em outubro, tendo como uma das bandeiras o enfrentamento ao que considera "oligopólios midiáticos" do Brasil e democratização da comunicação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade