Publicidade

Correio Braziliense

Caio Blat se defende após acusação de machismo em post

Ator disse que a foto foi publicada de propósito, a fim de levantar uma discussão sobre o tema


postado em 26/04/2018 19:59

(foto: Reprodução/Instagram)
(foto: Reprodução/Instagram)

 
Nesta quinta-feira (26), Caio Blat se manifestou sobre a polêmica foto que compartilhou nas redes sociais, apontada por alguns como "machista" e saudada por outros como expressão de bom humor. A publicação foi duramente criticada pela atriz Maria Casadevall nos comentários. 

Na imagem divulgada pelo ator, ele aparece em ambiente rural ao lado de uma moça que veste uma camisa com os dizeres "Bruta não. Mal domada". As palavras foram enfatizadas por Blat na legenda da postagem. Blat se defendeu das acusações e disse que a foto foi publicada propositalmente, a fim de levantar uma discussão sobre o tema. Ele também explicou o verdadeiro sentido da mensagem. 
 

 
“Agradeço a todos que comentaram e contribuíram com sua opinião, enriquecendo esse debate. Espantei-me com a frase, procurei saber e me surpreendi mais ainda ao saber que se tratava de um grupo de mulheres e que o bordão típico, de cunho evidentemente machista, pode ser motivo de orgulho e identidade, em outro contexto cultural, com diferente interpretação, irônica e humorada, vide a figura que acompanha a frase, com a imagem de uma mulher laçando o homem. Postei! Sem fazer nenhuma piada machista, mas como provocação, pela contradição da imagem. E fico feliz que tenha espantado tanta gente, gerado discussões e dúvidas, mostrando que nossa sociedade está amadurecendo nessa questão. E que o assunto é complexo e não se encerra aqui", escreveu ele, nos comentários da postagem. 

Maria Casadevall "puxou" a revolta, chamando o ator de machista, e recebeu apoio de internautas. "Onde está a piada? Por que faz rir a ideia que uma mulher tenha que ser domada? Por que faz rir a ideia de que uma mulher e um animal ocupem o mesmo lugar diante do homem na supremacia do macho?", questionou a atriz, que é defensora do feminismo. "Se alguma coisa tem que ser domada são ideias e comportamentos que fabricam piadinhas aparentemente inofensivas que apenas servem para legitimar o funcionamento de nossa sociedade doentia e machista que mata muitas mulheres todos os dias", escreveu. A atriz completou o desabafo: "Isso não é engraçado, é violento. Bruta sim, se ela quiser. E que mais ela quiser ser. Machistas não passarão". 
 
Por outro lado, as atrizes Guta Stresser, Virginia Cavendish e o ator Johnny Massaro elogiaram o bom-humor de Caio Blat. Guta chegou a dizer que queria uma camiseta igual. 
 

Bruta não, mal domada.

Uma publicação compartilhada por Caio Blat (@caio_blat) em

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade