Publicidade

Correio Braziliense

Vocalista do Green Day responde a rumores sobre o fim da banda

Fãs ficaram preocupados com o futuro do Green Day após líder do grupo lançar álbum com outra banda


postado em 27/04/2018 17:50 / atualizado em 27/04/2018 17:55

Não se preocupe, eles não acabaram(foto: STEFAN SIMONSEN)
Não se preocupe, eles não acabaram (foto: STEFAN SIMONSEN)


“Calem a p**** da boca”. Essa foi a mensagem de Billie Joe Armstrong, o vocalista da banda Green Day, para quem o questionou sobre o fim do grupo. Fãs ficaram preocupados com o futuro do GD após Armstrong lançar álbum com outra banda.

No último dia 20, o grupo The Longshot – também liderado por Armstrong – apresentou ao público o trabalho Love is for losers. Desde então, os fãs do Green Day tem recorrido às redes sociais para saber o futuro dos famosos criadores da faixa American idiot.

Armstrong foi ao Instagram deixar claro sobre o futuro do grupo: “Alguns de vocês estão perguntando sobre Green Day e se tem algum problema com a banda. A resposta é não”. O vocalista também aproveitou para explicar sobre o novo trabalho com o The Longshot. “Eu estou me divertindo com meus amigos. Eu sou o que vocês chamam de 'músico'. Eu estou fazendo música porque é o que eu devo fazer. Então se você não gosta, f****-se. Se você gosta, então se junte a nós e se divirta, certo? Tenha um bom dia”.
 

Green Day 


Ao mesmo tempo em que está na berlinda pelo suposto fim, Green Day se prepara para o lançamento de um filme sobre o álbum American idiot, de 2004, que segundo o próprio Armstrong ao portal NME já está sendo trabalhado pelo canal norte-americano HBO. 

Ao mesmo tempo, a banda está passando por uma campanha inusitada. Existe uma página no Facebook, que até 27 de abril contava com 8,600 curtidas e 11 mil compartilhamentos, que planeja executar a canção American idiot até que ela ocupe o primeiro lugar dos charts britânicos em 13 de julho, quando o presidente norte-americano Donald J. Trump estará nas terras da rainha.

A faixa, criada na presidência de George W. Bush, critica a postura imperialista norte-americana em relação a outros países, e a alienação cultural da população deste país. Um trecho da música afirma: “Não quero ser um idiota americano, não quero uma nação sob a mídia – você consegue ouvir a histeria? – a mente ferrada da América”. Reveja o clipe abaixo:
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade