Publicidade

Correio Braziliense

Banda Cachorro Grande completa 18 anos e lança o álbum Clássicos

A proposta é que o repertório seja um passeio pela história da banda desde os anos 2000 até agora


postado em 30/04/2018 07:30 / atualizado em 30/04/2018 08:42

Capa do álbum 'Clássicos', da banda Cachorro Grande.(foto: Reprodução/Internet)
Capa do álbum 'Clássicos', da banda Cachorro Grande. (foto: Reprodução/Internet)

 
O rock and roll da banda Cachorro Grande chega à maturidade neste ano. O grupo completa 18 anos de estrada e lança o álbum Clássicos. Primeiro registro ao vivo da carreira, o disco conta com os principais hits do grupo desde o começo nos anos 2000.

A ideia, além de celebrar o aniversário, veio também por um desejo do público, que pedia uma gravação ao vivo dos enérgicos shows da banda. “Este álbum ao vivo era uma das cobranças que nós recebíamos do público desde o início da banda, já que o que apresentamos nos shows é bastante diferente das músicas de estúdio. Nós não reproduzimos o disco em nossas apresentações”, comentou o vocalista Beto Bruno na divulgação do álbum.

Com canções como Você não sabe o que perdeu, Debaixo do meu chapéu, Como era bom, Dia perfeito e Sinceramente (com participação de Samuel Rosa), a proposta é que o repertório seja um passeio pela história da banda desde os anos 2000 até agora.

Ex-vocalista do Titãs, Paulo Miklos ficou responsável por escrever um texto de apresentação ao álbum. Sem poupar elogios ao grupo gaúcho, Miklos destacou a veia contestadora da banda. “Cachorro Grande, ácido e corrosivo. Clássico e definitivo. Pronto para ser destroçado pela primeira criança que botar as mãos em uma guitarra outra vez. Sempre onde estiver escrito Cachorro Grande, leia-se rock”, escreveu.

O álbum foi gravado em dois shows realizados em junho de 2017, no Centro Cultural Rio Verde, em São Paulo (onde a banda se estabeleceu há mais de 15 anos). O grupo deve ganhar um documentário (com lançamento previsto para 2019). O filme está sendo dirigido pelo premiado cineasta pernambucano Lírio Ferreira (de O homem que engarrafava nuvens).

O som do pop

Um dos mais requisitados produtores brasileiros (por trás de trabalhos de nomes como Caetano Veloso, Los Hermanos, Vanessa da Mata e Adriana Calcanhotto, Gal Costa, Erasmo Carlos), Kassin lança agora o segundo álbum da carreira solo, Relax.

O trabalho vem sete anos depois de Sonhando devagar, elogiado álbum de estreia do músico, compositor e produtor. Lançado primeiro no Japão, Relax traz 14 faixas em que o músico, como o nome do álbum sugere, trata com leveza pop diversos temas (como separação, filhos e política).

Doze das 14 faixas são assinados pelo próprio Kassin, que também deixa a assinatura clara nos timbres e referências presentes no disco. O álbum conta com a participação do cantor e compositor Hyldon e de Clarice Falcão (de quem Kassin produziu o disco mais recente, Problema meu).

Clássicos
Cachorro Grande. Independente. 17 faixas. Disponível nas plataformas digitais.

Relax
Kassin. Lab 344. 14 faixas. R$ 28,90.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade