Publicidade

Correio Braziliense

Twitter terá de pagar R$ 220 mil a Caetano Veloso e Paula Lavigne

Decisão de Vara Cível de São Paulo condenou a rede social por não cumprir liminar judicial que determinava a retirada de posts ofensivos


postado em 30/04/2018 15:59 / atualizado em 30/04/2018 19:51

Caetano e a esposa, Paula Lavigne(foto: Instagram/Reprodução)
Caetano e a esposa, Paula Lavigne (foto: Instagram/Reprodução)
A 22ª Vara Cível do Estado de São Paulo sentenciou a rede social Twitter a pagar R$ 220 mil para o músico Caetano Veloso e sua esposa, Paula Lavigne. A informação foi dada pelo jornalista do portal O Globo Ancelmo Gois.

Segundo Gois, a rede social é acusada de não cumprir ordens judiciais de retirada de posts ofensivos à honra tanto de Caetano quanto de Paula. Em outubro do ano passado, uma hashtag acusando o músico de ser pedófilo se tornou uma das mais compartilhadas na rede social.

O ataque, que fazia referência ao fato de o relacionamento de Caetano e Paula ter sido iniciado quando ela era menor de idade, ocorreu após o cantor apoiar publicamente a exposição Queermuseu, em Porto Alegre (RS), ainda em 2017.
 
O Correio entrou em contato com a assessoria de Caetano Veloso, no Rio de Janeiro, mas o músico disse que não vai se pronunciar sobre o tema. A reportagem também procurou o escritório do Twitter no Brasil, que informou a impossibilidade de respostas até a próxima quarta-feira (2/5).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade