Publicidade

Correio Braziliense

Festival de Cannes terá linha telefônica para denunciar assédio sexual

O evento se juntou ao governo francês para proteger as mulheres durante o festival


postado em 02/05/2018 09:10 / atualizado em 02/05/2018 09:21

A proteção foi criada como consequência das várias denúncias de assédio contra Harvey Weinstein(foto: YANN COATSALIOU)
A proteção foi criada como consequência das várias denúncias de assédio contra Harvey Weinstein (foto: YANN COATSALIOU)

 

O Festival de Cannes deste ano vai entrar na luta contra o assédio sexual. O evento, que começa no próximo dia 8 de maio, terá uma linha telefônica para que vítimas ou testemunhas possam denunciar agressores.

 

A organização uniu forças com o governo francês pela primeira vez em 71 anos para proteger as mulheres durante o festival anual. A linha telefônica foi criada em consequência dos movimentos #MeToo e Time's Up, resultados das acusações contra o produtor de cinema Harvey Weinstein. Atualmente, ele é investigado por mais de 60 acusações de assédio sexual e alguns casos teriam ocorrido em Cannes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade