Publicidade

Correio Braziliense

3º Kombo Arte Afro tem abertura neste sábado no Sol Nascente

A iniciativa busca aumentar a interação entre membros de comunidades no DF por meio da cultura afrobrasileira


postado em 03/05/2018 10:20 / atualizado em 03/05/2018 10:22

A capoeira é uma das atividades oferecidas pelo projeto (foto: Kombo Arte Afro/Divulgação)
A capoeira é uma das atividades oferecidas pelo projeto (foto: Kombo Arte Afro/Divulgação)

A terceira edição do projeto Kombo Arte Afro será lançada neste sábado (5/5). Neste ano, a comunidade de atuação do projeto será no Sol Nascente, em Ceilândia. O local escolhido para o evento foi o Espaço Cultural Filhos do Quilombo (EQPN 5/1). A partir de 17h, os professores de percussão, de danças afro e de capoeira farão uma apresentação para os alunos.

As inscrições devem ser feitas no local durante o evento de abertura. São oferecidas 120 vagas para crianças e adolescentes de 9 a 17 anos. O projeto vai de maio a setembro. Durante o período, os encontros ocorrerão sempre aos sábados, das 15h às 18h. No encerramento das atividades, os alunos de todas oficinas se apresentarão para a comunidade. 

Kombo Arte Afro


O projeto nasceu em 2012 da iniciativa do mestre Celin du Batuk, que pretendia reforçar as tradições afrobrasileiras vivas no DF. A primeira edição do projeto foi na Vila Estrutural.

As crianças e adolescentes envolvidos tiveram acesso a oficinas de artesanato com materiais que seriam descartados como lixo. A escolha das atividades foi feita dessa forma para ajudar as famílias de catadores. As aulas de capoeira, percussão e dança afro também ocorreram durante o período das atividades.

Em 2014, a comunidade que recebeu o Kombo Arte Afro foi a Vila Telebrasília. Assim como na primeira, a segunda edição também beneficiou diretamente 120 crianças e adolescentes. O projeto permitiu a ocupação do coreto da comunidade e proporcionou uma maior interação entre os moradores do local.

Serviço

Lançamento da 3ª edição do projeto Kombo Arte Afro.
Sábado (5/5), às 17h. Espaço Cultural Filhos do Quilombo (Sol Nascente, Ceilândia, EQPN 5/1). Oficinas gratuitas de capoeira, percussão e dança afro. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no dia e local do evento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade