Publicidade

Correio Braziliense

Johnny Depp é processado por ex-seguranças devido a atraso nos salários

Os ex-funcionários também acusam o ator de forçá-los a trabalhar em um ambiente perigoso e expostos a substâncias ilegais


postado em 03/05/2018 10:28 / atualizado em 03/05/2018 10:28

No ano passado, o ator também foi julgado por violência doméstica pela ex-mulher Amber Heard(foto: TOLGA AKMEN)
No ano passado, o ator também foi julgado por violência doméstica pela ex-mulher Amber Heard (foto: TOLGA AKMEN)

 

Johnny Depp está sendo processado por dois ex-guarda-costas. Eugene Arreola e Miguel Sanchez levaram o ator ao tribunal pelo não pagamento dos respectivos salários e por forçá-los a trabalhar em condições perigosas que incluem exposição a substâncias ilegais, ainda não especificadas, e armas carregadas.

 

Depp já está enfrentando na justiça duas ações judiciais milionárias contra ex-agentes e ex-advogados, além de ter sido julgado por violência doméstica por meio de uma acusação feita pela ex-mulher Amber Heard.

 

Os ex-seguranças começaram a trabalhar para Depp em 2013 e, segundo as acusações, o ator os teria obrigado a trabalhar em funções além das relacionadas a segurança, como funções de motorista, babá do filho caçula do ator, John Christopher Depp III, e proteger Depp de si mesmo e dos vícios enquanto o ator estava em público.

 

Segundo a denúncia, os guarda-costas relataram que não pretendiam deixar o emprego e garantiram não ter mágoa do ator.

 

Além do recebimento dos salários atrasados, os ex-seguranças querem que Depp pague os honorários do advogado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade