Publicidade

Correio Braziliense

CCBB divulga editais de patrocínio de projetos para 2019 e 2020

As inscrições vão até 8 de junho


postado em 07/05/2018 16:36 / atualizado em 07/05/2018 16:35

Os projetos aprovados serão divulgados em setembro de 2018(foto: @loscacatuast/Instagram)
Os projetos aprovados serão divulgados em setembro de 2018 (foto: @loscacatuast/Instagram)

 
O Edital de Patrocínios para o biênio 2019/2020 do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) abriram nesta segunda-feira (7/5). Os interessados devem acessar o site http://www.bb.com.br/patrocinios e fazer a inscrição, gratuitamente, até 8 de junho. O programa definirá a programação dos CCBBs de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). 

Propostas de projetos de artes cênicas, cinema, música, exposição e ideias (debates, palestras, seminários, workshops e oficinas) serão contempladas pelo edital. Tanto pessoas físicas quanto jurídicas de qualquer lugar do país podem inscrever produtos que se encaixem nas modalidades. No regulamento, estão os detalhes para inscrição e as especificidades de cada área.

Na seleção de projetos, serão levados em consideração critérios como inovação em abordagem, conceitos e execução, valorização da diversidade, da cultura e dos valores nacionais e internacionais. Também evem ser considerados, nos projetos, os fatos históricos, manifestações tradicionais e folclóricas. Outro ponto que deve ser levado em conta pelos interessados no programa é a acessibilidade. 


Sobre a seleção


O processo seletivo ocorre em quatro fases. A primeira, de análise, é quando se verificam os critérios ditados pelo regulamento.

Na segunda fase, são selecionados os projetos que estão com as documentações regulares, incluindo questões trabalhistas.

Depois, no estágio de negociação, o banco entra em contato com os responsáveis pelos projetos para entrarem em acordo sobre os valores envolvidos pelo projeto, que pode ser submetiudo a ajustes.

A última etapa é a homologação: os projetos chegam à última parte do processo seletivo pelo Banco do Brasil e, em seguida, são analisados pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade