Publicidade

Correio Braziliense

Preço de um livro escrito por mulher é 45% menor que de autor homem

Uma pesquisa norte-americana mostrou que as obras escritas por mulheres são mais baratas nos Estados Unidos


postado em 10/05/2018 15:20 / atualizado em 10/05/2018 15:24

A pesquisa foi feita apenas com títulos publicados na América do Norte(foto: @kristina_l/Instagram)
A pesquisa foi feita apenas com títulos publicados na América do Norte (foto: @kristina_l/Instagram)

A pesquisa Comparando discriminação e desigualdade de gênero na publicação indie e tradicional feita pela socióloga Dana B. Weinberg e pelo matemático Adam Kapelner, publicada na revista científica Plos One nesta quarta-feira (9), indicou que livros de mulheres custam em média 45% a menos que os escritos por homens.

Os pesquisadores levaram em consideração no artigo apenas títulos comercializados na América do Norte tanto por editoras como publicações independente.

 

Mesmo com o avanço tecnológico e o crescimento de obras publicadas de forma independente, essa descoberta reforça as questões de discriminação de gênero e as tradições machistas presentes na sociedade. Para os autores isso é um reflexo da desigualdade salarial entre homens e mulheres.

 

Outro fator comprovado pelos autores da pesquisa é que há menos discriminação nas publicações independentes: a diferença de 45% no preço do livros diminuiu para 7% neste tipo de obra.

 

Além disso, os dois atestaram que existe uma distribuição desigual das autoras por categorias de livros. Em categorias que as autoras são predominantes, como culinária, artesanato, hobbies, família e relacionamento, o preço dos livros é mais barato. Numa comparação entre dois livros do mesmo gênero literário, o dos homens é mais caro.

 

Outros pontos levantados por Dana B. Weinberg e Adam Kapelner é que as editoras investem menos em títulos escritos por mulheres e que a maioria das publicações foi escrita por homens (45%), enquanto as obras literárias de autoras representam 26% e de gêneros indeterminados 29%. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade