Publicidade

Correio Braziliense

'Deadpool 2' teve cenas cortadas por medo de reação negativa

A produção, que estreia nesta quinta-feira (17), teve cenas excluídas por conta das possíveis reações negativas em torno do enforcamento de um bebê


postado em 15/05/2018 18:10 / atualizado em 15/05/2018 18:12

(foto: Joe Lederer/Divulgação)
(foto: Joe Lederer/Divulgação)


Uma das grandes características da produção de Deadpool, dos estúdios Fox, é a irreverência. Entretanto parece que o segundo filme da saga foi longe demais. De acordo com o portal MCU Cosmic, uma cena foi excluída do filme por conta do alto grau de desconforto por parte de um público pré-selecionado para avaliar a produção.

A produção de Deadpool 2, filme estrelado por Ryan Reynolds, Zazie Beetz, Josh Brolin e T.J. Miller, decidiu se manter longe de polêmicas em relação a uma cena pós-créditos.

A cena final apresenta o personagem de Deadpool encontrando um bebê no berço, e após isso lendo uma placa com o nome “Um Hitler” pendurado no objeto. Deadpool então caminha em direção ao bebê, que chora, proclamando “Cala a boca, um dia você vai me agradecer”, e então se curva sobre o berço dando a entender que estaria o sufocando.

A cena foi cortada após uma “audiência de avaliação” ter visto o filme e a classificado como desconfortável.
 

Deadpool para maiores 


Em grande parte do mundo o filme está tendo indicação de faixa etária para maiores de idade, com um aviso especial para os pais. Além dos diálogos, a trilha sonora contém cinco faixas com xingamentos.

As músicas do filme foram organizadas por Tyler Bates, também responsável pela trilha sonora de Guardiões da Galáxia e 300. Segundo o portal NME, ao ficar sabendo do aviso especial, Bates afirmou que se tratava de uma “medalha de honra”.
 

Confira o trailer

 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade