Publicidade

Correio Braziliense

Projeto reúne profissionais de artes para despertar a crítica artística

No seminário '40 horas - Seminário Internacional de Arte Contemporânea' serão abordados oito temas sobre as artes plásticas na contemporaneidade


postado em 17/05/2018 16:45 / atualizado em 17/05/2018 16:48

O projeto terá profissionais brasileiros e estrangeiros(foto: Divulgação/40 Horas)
O projeto terá profissionais brasileiros e estrangeiros (foto: Divulgação/40 Horas)
 
O projeto 40 horas - Seminário Internacional de Arte Contemporânea terá início neste sábado (19/5), no Auditório II do Museu Nacional da República, das 14h às 18h. Assim como toda a programação.
 
A programação reúne profissionais de artes visuais para despertar a crítica artística na população. Serão abordados oito temas sobre as artes plásticas na contemporaneidade.
 
  • Arte e Loucura
  • O panorama da gravura no Brasil
  • Coleção e Curadoria
  • O desempenho da produção artística no cenário social
  • Cultural e geopolítico de Brasília
  • A voz da urbanografia (street art)

O seminário ocorrerá em quatro finais de semanas, com profissionais renomados e de forte atuação no cenário das artes em Brasília, no Brasil, na América Latina e Europa. Os convidados são Marília Panitz, Wagner Barja (Museu Nacional), Bené Fonteles, Irene Lasivita (Argentina), Eurípedes da Cruz (Museu do Insconsciente-RJ), Marcos Moraes (Itaú Cultural e FAAP) e Pedro Sangeon (Gurulino).
 
O artista belga Geert Vermeire propõe ao público uma criação coletiva de uma experiência imersiva no ritmo e sons da natureza usando o smarthphone e traduzindo o trajeto em experiências de arte. 
 
As inscrições para O projeto 40 horas - Seminário Internacional de Arte Contemporânea são gratuitas, por tema individual, e realizadas nos links abaixo.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade