Publicidade

Correio Braziliense

Evento promove intercâmbio entre as diversas culturas de refugiados no DF

O projeto Cine Migrarte mais cinema, menos muro, exibe curtas-metragens e debates com profissionais do cinema


postado em 19/05/2018 07:30

A praça de alimentação Sabores do Mundo apresentará comidas das mais diversas partes do mundo(foto: Vértice Fotografia/Divulgacao)
A praça de alimentação Sabores do Mundo apresentará comidas das mais diversas partes do mundo (foto: Vértice Fotografia/Divulgacao)

 
A população de Sobradinho receberá a primeira sessão do festival Cine Migrarte Mais Cinema Menos Muros. Evento que promove exibições de curtas-metragens, debates com profissionais de cinema, feira de artesanato e praça de alimentação realizada por refugiados e imigrantes no DF.
 
 
O evento em prol dessas pessoas terá quatro sessões mensais, sempre aos sábados. A primeira será hoje, na Praça das Artes Teodoro Freire, das 16h às 22h. O festival segue nos próximos meses para o Guará (16 de junho), Taguatinga Sul (21 de junho) e Asa Sul (4 de agosto).

Pessoas vindas de países como Síria, Colômbia, Marrocos, Bangladesh, Congo, Paquistão, Cuba e Venezuela terão a oportunidade de interagir com a população do Distrito Federal e proporcionar uma troca intercultural com feira de gastronomia e artesanato. O evento Cine Migrarte Mais Cinema Menos Muros tem o apoio institucional da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e tem intuito de promover um movimento de celebração entre os povos.



“ O MigrArte é uma forma de as pessoas se sentirem parte de uma mesma humanidade nessa área”
Conexão de Redes Bambuo



O cineclube tem como objetivo tornar conhecida a realidade de imigrantes em situação de refúgio no Distrito Federal e promover a celebração da paz pela troca cultural da humanidade. O projeto é realizado pela Interakt Films, produtora de filmes independentes, e pelo coletivo Bambuo.

Curtas-metragens produzidos no DF e em países estrangeiros com o tema “Celebração intercultural, refúgio e migrações” foram selecionados pela curadoria do Interakt Films para a primeira sessão em Sobradinho, sete do DF e três de países estrangeiros. Para as demais sessões, o prazo para envio de curtas será divulgado nas redes sociais dos realizadores do projeto.

Os curtas selecionados do Distrito Federal foram O seu sonho vale o seu dia; Por outros olhos; Olhe em volta; Oto, uma amizade nasce; Oito patas; Ursortudo; Como largar de palhaçada; Pacificar; Invisíveis e Isto não é um cachimbo. Os estrangeiros foram O sonho impossível; Wallflower tango e A invenção do amor.



Refugiados

Em 2017, segundo dados da Polícia Federal, o Brasil recebeu 13.639 solicitações de reconhecimento da condição de refugiado, desconsiderando haitianos e venezuelanos. O número de refugiados reconhecidos pelo Brasil foi de 10.145, segundo o Comitê Nacional para os Refugiados. No Distrito Federal, ao menos 671 pessoas solicitaram refúgio e buscaram apoio do Instituto Migração e Direitos Humanos (IMDH) em 2016.

“Ainda é novidade para muitos moradores de Brasília que existam milhares de pessoas em refúgio e asilo político aqui. A população do DF é muito solidária com a causa do refúgio, precisa apenas ser comunicada, e que existam mais meios de articulação e tecnologias que promovam a integração entre estas pessoas. É por isso que a campanha “Mais Pontes Menos Muros” existe, para conectar redes e pessoas”, descreve a mensagem recebida pela reportagem do Correio e assinada pela Conexão de Redes Bambuo

MigrArte

O evento MigrArte chega à quarta edição em 2018. O festival será no Memorial dos Povos Indígenas, no dia 23 de junho, em comemoração ao Dia Mundial do Refugiado, e promovendo troca cultural entre refugiados de diferentes nações. O objetivo é a reflexão para a construção de um mundo em que todos possam migrar e ser respeitados. A organização do evento prega que “o MigrArte é uma forma de as pessoas se sentirem parte de uma mesma humanidade”, e completa: “A diversidade, as cores e os sorrisos imperam em todas as edições”.

*Estagiário sob supervisãode Igor Silveira



Cine Migrarte Mais Cinema Menos Muros
Praça das Artes Teodoro Freire (Q. 8, Sobradinho). Hoje, a partir das 16h.Entrada gratuita. Classificação livre


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade