Publicidade

Correio Braziliense

Clima de Copa! Competição influencia o cenário do entretenimento

Confira produções e eventos dedicados à festa do futebol


postado em 20/05/2018 07:30 / atualizado em 22/05/2018 13:36

(foto: Coca-cola/Divulgação)
(foto: Coca-cola/Divulgação)

Em menos de um mês, a Copa do Mundo tem início na Rússia. E, apesar de a competição futebolística não se passar no Brasil — como ocorreu há quatro anos —, o país, assim como o restante do mundo, é influenciado pelo evento. No cenário do entretenimento, artistas lançam músicas inspiradas no período, editoras e canais divulgam produções dedicadas ao tema e eventos culturais fazem edições temáticas.

No meio musical, aos poucos, a trilha sonora da Copa tem sido montada. A canção oficial deste ano é a faixa Colors, uma parceria entre o cantor norte-americano Jason Derulo e o colombiano Maluma. Como costuma ser a canção oficial, a letra fala da expectativa da Copa em todo mundo e o sentimento de comemoração entre os países. “É a nossa paixão/ Sinta a febre quando eles tocam a bola/ Objetivo! Não diga não/ E nós cantamos alto do coração”, diz trecho da música.



No Brasil, alguns artistas também colocaram suas apostas musicais. As cantoras Daniela Mercury e Iza gravaram O hino da torcida nº 1. A canção foi uma das faixas que embalou a Copa de 1994, quando o Brasil ganhou o quarto título do mundial. Sobre a música, Iza e Daniela comentaram. “É uma coisa de ter fé em nós mesmos de novo. A gente acreditar na Seleção”, afirma a baiana em vídeo de making off da gravação. Já a nova cantora da geração emenda: “Eu acho que a Copa movimenta a nossa vida. Quem não gosta de futebol, começa a gostar. Quem não tem camisa da Seleção, compra para ir ao estádio”.

No Brasil, Daniela Mercury e IZA regravaram O hino da torcida nº 1, de 1994(foto: Brahma/Divulgação)
No Brasil, Daniela Mercury e IZA regravaram O hino da torcida nº 1, de 1994 (foto: Brahma/Divulgação)


A lista de artistas brasileiros tem ainda MC Kevinho, que divulgou o hit Papum, e o funkeiro MC WM e o cantor Léo Santana, com um dueto em Copa do bumbum. A expectativa é de que até o início da Copa, em 14 de junho, mais artistas aproveitem a temática em novos trabalhos.


Referências


As histórias das várias edições da Copa do Mundo também dão origem a diferentes produções, sejam elas literárias ou televisivas. O jornalista Lycio Vellozo Ribas lançou a obra O livro de ouro das Copas, pela editora Faro editorial. Em 288 páginas, ele apresenta uma pesquisa minuciosa sobre todas as Copas, desde 1930 no Uruguai até a mais recente no Brasil. A obra aborda ainda temas polêmicos do mundial.

(foto: Faro Editorial/Reprodução)
(foto: Faro Editorial/Reprodução)


“Sempre gostei de Copa do Mundo. A primeira que eu vi foi de 1982 e, desde então, comecei a guardar coisas das Copas. Quando a gente tomou o 7x1, a minha primeira ideia foi fazer um livro falando da Copa de 2014. Mas depois achei que não era o caso. Claro que tem o 7x1, mas tem os momentos gloriosos do Brasil e também de outras seleções, como o controverso gol da Inglaterra na Copa de 1966”, revela o autor.

Como costuma fazer todo período de Copa, a Mauricio de Sousa Produções preparou uma série de lançamentos dedicado ao tema. O primeiro foi o desenho Neymar Jr., em parceria com o canal infantil Nickelodeon. O craque da Seleção Brasileira é o protagonista da animação, composta por 20 episódios. “São animações com muito humor e amor ao futebol, mostrando que o esporte de maior força no Brasil também une pessoas pelo coletivo”, afirma Mauricio de Sousa.

Estrela da Seleção, Neymar Jr. virou desenho feito por Mauricio de Sousa(foto: Viacom/Divulgação)
Estrela da Seleção, Neymar Jr. virou desenho feito por Mauricio de Sousa (foto: Viacom/Divulgação)


Em junho, o autor lança o livro Todas as Copas do Mundo, da Turma da Mônica, com uma edição atualizada, e deve também divulgar uma edição com os quadrinhos de Neymar Jr. pela França, pela editora Talents. Sobre sempre fazer algo ligado ao mundial, Mauricio explica: “Sempre achei o futebol um esporte que não só traz a saúde do corpo como a da alma também. É um exemplo ótimo para as crianças se envolverem e aprenderem a trabalhar em conjunto para lutar por um objetivo”.

Festa verde e amarela


Em um momento de forte expectativa, os eventos culturais se preparam para receber os admiradores do futebol para torcer pela Seleção canarinho. Brasília será uma das cidades a receber o projeto Bud Basement, que começa em 16 de junho, com estrutura montada no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. O projeto segue até 15 de julho com programação musical.

Segundo Pedro Batista, um dos produtores envolvidos no projeto, o grande objetivo é fazer uma grande reunião de ritmos e experiências. “Buscamos inovações. Teremos, por exemplo, as batucadas dos blocos carnavalescos de Brasília junto com DJs e ritmos brasileiros. Nossa ideia é entregar uma experiência diferenciada”, conta. Nos jogos do Brasil, os blocos Galo Cego, Eduardo e Mônica, Divinas Tetas e Aparelhinho participam da festa, que terá exibição das partidas em um telão com visão 360º.

O Outro Calaf, no Setor Bancário Sul, que teve bastante destaque na Copa do Mundo de 2014, também já se prepara para receber a nova edição do mundial. Estão confirmados eventos nos dias 17, 22 e 27, com transmissão de jogo e show de atrações locais. O festival Funn Festival, que teve o lançamento ontem, também será influenciado pela Copa e confirmou a dupla Jorge & Mateus na edição de 17 de junho, quando o Brasil faz sua estreia em campo contra a Suíça. Já no segundo jogo, contra a seleção da Costa Rica, em 22 de junho, a animação ficará por conta do grupo baiano Timbalada.


Mais informações


(foto: Turma da Mônica/Divulgação)
(foto: Turma da Mônica/Divulgação)
Turma da Mônica -- Todas as Copas do Mundo: Nessa edição de 2018, Mauricio de Sousa conta para a turminha as histórias de todas as Copas do Mundo para entreter e divertir o público infantil em ano de mundial. Cebolinha, Mônica, Magali, Cascão e todos os personagens ficarão envolvidos com as aventuras dos campeonatos. O título promete trazer novidades e curiosidades sobre o futebol. Com 132 páginas. Preço médio: R$ 39,90. Disponível nas bancas desde 17 de maio e também no site www.lojapanini.com.br.

Entrevista // Mauricio de Sousa


Essa não é a primeira vez que o senhor faz algo relacionado ao futebol. O senhor se considera um entusiasta do futebol?
Correto. Pelezinho e Ronaldinho Gaúcho fizeram grande sucesso. Sempre achei o futebol um esporte que não só traz a saúde do corpo como a da alma também. É um exemplo ótimo para as crianças se envolverem e aprenderem a trabalhar em conjunto para lutar por um objetivo. 

E da Copa do Mundo, o que o senhor mais gosta da competição? Quais recordações têm do campeonato?
Gosto dessa festa entre os países e o conhecimento por todos do local onde é realizada a cada ano. Junto vem um pacote de cultura, esporte e lazer que é característico dos maiores eventos do mundo. Sobre algo que me lembro sobre alguma Copa? Bem, no final da Copa nos Estados Unidos, em 1994, fui com a família assistir ao jogo da final com a Itália. Meu filho Mauricio Takeda estava com sono e ficou em meu colo e eu não consegui me levantar, como todo mundo, pra ver o Baggio errar o pênalti que deu a Copa para o Brasil. Depois vi bastante nos replays da TV. (risada)

Além desse projeto, foi divulgada a criação do Circo da Turma da Mônica. Como será esse projeto? O que o senhor pode adiantar?
Posso dizer que será o maior espetáculo até hoje com a participação da Turma da Mônica. A estréia é em junho, em São Paulo, e depois vai percorrer o Brasil, inclusive em Brasília. Um prazer trabalhar com Dedé Santana, que será o apresentador do show. A direção geral é do meu filho Mauro Sousa que vem comandando a área de espetáculos e parques em nossa empresa. Logo divulgaremos a programação e maiores detalhes sobre o show. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade