Publicidade

Correio Braziliense

Time de celebridades é destaque em Oito mulheres e um segredo

Longa com Sandra Bullock dá continuidade a trama sobre roubos fantásticos


postado em 07/06/2018 07:30 / atualizado em 06/06/2018 19:18

Oito mulheres e um segredo resgata esperteza de Sandra Bullock(foto: Reprodução/Internet)
Oito mulheres e um segredo resgata esperteza de Sandra Bullock (foto: Reprodução/Internet)

 

Camaradagem, no mundo do crime, seria tão somente um atributo comum a homens? Quem pensa que sim deve rever os preceitos, pelo tema que cerca Oito mulheres e um segredo: no filme, uma penca de senhoras e senhoritas abandona qualidades positivas, ao se embrenhar na contravenção. Se não tem chamarizes como as estrelas Julia Roberts e Catherine Zeta-Jones (presenças de filmes anteriores da franquia comandada por Steven Soderbergh), o novo filme aposta alto em outros estrelatos: numa ponta da trama está a personagem de Sandra Bullock, Debbie Ocean, disposta a organizar um vultuoso roubo, enquanto, no outro extremo da cadeia corruptiva, desfila a rica e atrativa Daphne Kluger (na telona, Anne Hathaway), uma vítima em potencial para um grupo de gatunas.

Com orçamento de US$ 70 milhões, o diretor Gary Ross (de Jogos vorazes) adapta personagens saídos da cabeça de George Clayton Johnson e Jack Golden Russell, criadores do enredo original de Onze homens e um segredo, sucesso sessentista com Frank Sinatra e Dean Martin. Steven Soderbergh e Susan Akins, na nova fita, servem como produtores do longa inspirado em trilogia do século 21, estrelada por Brad Pitt e George Clooney, capaz de acumular renda de estratosférico US$ 1,125 bilhão.

“O diretor (e corroteirista) Gary Ross entendeu a necessidade de ter uma voz feminina envolvida no processo”, comemorou, na divulgação de Oito mulheres e um segredo, a corroteirista Olivia Milch. Autor da trama de filmes de sucesso hollywoodiano, entre os quais Quero ser grande (1988), Ross coloca Debbie, recém-saída da cadeia, como uma surrupiadora criada em seio familiar nada nobre: ela vem a ser irmã do famoso personagem de George Clooney. “É uma ladra, numa família de ladrões”, comentou em entrevistas estrangeiras a premiada atriz Sandra Bullock.

Uma joia — originalmente criada, em 1931, para a linha de Jacques Cartier, e referendada pela diretora artística dele chamada Jeanne Toussaint (morta em 1976) — é o objeto de desejo das mulheres arregimentadas para invadir um baile de gala do Met (Metropolitan Museum of Art), e, assim, na cara dura, embolsar os US$ 150 milhões resultantes da venda de diamantes que formam a valiosa peça. “As mulheres são maravilhosamente complexas, espertas e engraçadas, e todas serão surpreendidas pelas reviravoltas que encontram pela frente”, adiantou, para a imprensa de fora, Sandra Bullock. No filme, ela passa cinco anos oito meses e doze dias, planejando o golpe, em Nova York, e que será levado a cabo, em três semanas e meia, desde a reunião de talentos femininos.

Numa estrutura de roteiro “flutuante”, remexida até mesmo nas filmagens, a atriz Cate Blanchett destacou que agia a favor dos “improvisos encotrados pelo diretor” (como comentado pela colega Anne Hathaway). Blanchett, no filme, vive a antiga parceira de Debbie, Lou, a postos para acender uma centelha inicial na futura liga das mulheres. “Reuni uma banda que, junta, precisava funcionar”, explicou o diretor. John Frazier, um investigador de seguros (feito por James Corden) e Richard Armitage (o Thorin da franquia O Hobbit), vivendo um curador de galeria que, ao acaso, vai ao baile na companhia de Daphne Kluger, são os tipos que quebram a hegemonia das atrizes nas telas. Ainda na equipe central, outras mulheres tiveram destaque, entre as quais a editora Juliette Welfling e a figurinista Sarah Edwards.




Galeria das personagens

Debbie (Sandra Bullock)  
• Indispensável, é a figura que organiza toda a teia de crimes das amigas.

Rose (Helena Bonham Carter) 
•  Estilista de moda irlandesa que, depois de rica e famosa, amarga ostracismo e vê benefício mútuo, numa sociedade com as novas colegas.

Daphne (Anne Hathaway) 
•  Diva de cinema, de postura selvagem e que, por vezes, passa dos limites. É uma potencial vítima.

Lou (Cate Blanchett)
• Esta sente falta de adrenalina, ao se tornar uma administra de clube noturno.

Amita (Mindy Kaling) 
• Joalheira que mora com a mãe, e quer ser má, pelo cansaço com o habitual e correto comportamento.

Tammy (Sarah Paulson) 
• Receptadora, que vive de fachada, com a vida obscura encoberta pelas funções de mãe e de esposa.

Nina (Rihanna) 
• A hacker que usa dreadlocks é a especialista que pode interceptar o sofisticado sistema de segurança do Met.

Constance (Awkwafina) 

• Batedora de carteira, recrutada no Queens, e que se destaca por ser ultraveloz nas ações.

 

 

 

 

A morte de Stalin 

As boas maneiras 

No olho do furacão 

Selfie para o inferno

Um dia para viver 

Vingança

Os estranhos — Caçada noturna 

Anna Karenina: 

A história de Vronsky 

Los territorios

Comboio de sal e açúcar 

Dedo na ferida 
 

  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade