Publicidade

Correio Braziliense

Morre a diretora de cinema ucraniana Kira Murátova, aos 83 anos

Descrita como 'a revelação de uma época', ela era uma das cineastas de língua russa mais respeitadas


postado em 07/06/2018 11:54

(foto: Tiziana Fabi/AFP)
(foto: Tiziana Fabi/AFP)
A diretora de cinema ucraniana Kira Murátova, uma das cineastas de língua russa mais respeitadas, morreu aos 83 anos em Odessa, anunciou a agência ucraniana de cinema.

Em 1989, Murátova recebeu o prêmio especial do Festival de Cinema de Berlim com o filme A síndrome astênica.

Cinco anos mais tarde, recebeu um prêmio especial pelo conjunto de sua obra no Festival de Locarno.

"Era uma diretora de muito talento, a revelação de uma época. Sua visão do mundo recebeu o aplaudo da crítica", declarou o presidente ucraniano Petro Poroshenko em sua conta no Facebook.

Murátova, filha de um casal comunista, nasceu em 5 de novembro de 1934 em Soroca, pequena cidade romena que, depois da Segunda Guerra Mundial, passou a fazer parte Moldávia soviética.

Estudou no Instituto Pan-soviético de Cinematografia (VGIK) e durante sua carreira trabalhou com atores como Vladimir Visotski e Oleg Tabakov.

Ao longo de sua carreira, obteve 17 prêmios ucranianos e internacionais, segundo o IMDb.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade