Publicidade

Correio Braziliense

Cantora Mariah Carey relembra temporada no American idol como sombria

Em entrevista para talk-show norte-americano, a cantora falou sobre a participação no reality show


postado em 07/06/2018 17:02 / atualizado em 07/06/2018 17:03

Mariah Carey enquanto participava do programa em 2012(foto: KEVIN WINTER/AFP)
Mariah Carey enquanto participava do programa em 2012 (foto: KEVIN WINTER/AFP)


Uma das maiores vozes de todos os tempos, Mariah Carey faz questão de manter também a fama de diva afiada. Em entrevista ao talk-show do apresentador Jimmy Kimmel nesta quarta-feira (6/6), a cantora disparou contra o programa de talentos American idol, do qual fez parte em 2012 como jurada.

A cantora classificou o reality como uma “experiência sombria”, e ainda afirmou “nós não temos de voltar para lá”. Ao ser questionada pelo apresentador se o boato de que ela teria dado o conselho ao cantor Lionel Richie de não participar da última edição do American idol era verdade, Mariah atacou: “Se eu não dei este conselho, deveria ter dado”.

Quando Kimmel perguntou qual foi a pior parte da experiência, a cantora respondeu “Eu vou te falar que a melhor parte foram os memes que a gente proporcionou”. Quando o próprio apresentador tentou mudar de assunto para promover o novo trabalho de Mariah, a cantora cortou Kimmel para deixar claro a infelicidade em participar do programa: “Desculpa te cortar enquanto você está fazendo uma propaganda para o meu trabalho, mas eu só quero frisar que não julgo o trabalho do Lionel, mas eu não tive a melhor experiência do mundo no programa”. Sobrou ao apresentador brincar com a situação: “É, a gente já entendeu”.
 

Veja a entrevista

 

Novidades


Mariah também aproveitou a entrevista para contar algumas novidades importantes aos fãs. A primeira delas é a divulgação da nova residência em Las Vegas, sob o título de The butterfly returns, que começará entre julho e setembro. 

A cantora ainda compartilhou informações sobre os gêmeos que teve com Nick Cannon. Mariah contou que as crianças – Moroccan e Monroe –, de 7 anos, cantam como a mãe, e que inclusive já gravaram uma música, mas que não chegará ao público em breve.

“Eu não sei… Eu tenho de falar com Nick primeiro, eu ficaria muito irritada se ele lançasse alguma coisa publicamente sobre as crianças que eu não soubesse”, contou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade