Publicidade

Correio Braziliense

Projeto Vitrola na rua estreia levando forró ao Conic

Projeto Forró de vitrola ganha nova versão, Vitrola na rua, com início amanhã, no Conic, e outra edição em 17 de junho


postado em 09/06/2018 07:00

Cacai Nunes:
Cacai Nunes:"Esse tipo de projeto é onde as pessoas se encontram sem fazer distinção, sem cercamento, sem barreiras" (foto: Chico Gorman/Divulgação)

 
Há oito anos, o músico, DJ e pesquisador Cacai Nunes criou o conceito do Forró de vitrola. "Eu já fazia festas como DJ de forró há mais tempo, mas não era somente discotecagem na festa. Tinha uma banda ou outro artista e eu já utilizei outras mídias, como computador e CD", lembra. A partir daí, ele teve a ideia de aproveitar o grande acervo de vinil e o conhecimento amplo dentro da música nordestina para dar origem ao projeto.

A passagem subterrânea da 111/211 Norte foi a principal casa do Forró de vitrola, que também teve edições em locais como o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e a Torre de TV. A partir de amanhã, o projeto ganha uma ramificação intitulada Vitrola na rua. "Na verdade, é um projeto dentro do próprio Forró de vitrola. É uma denominação diferente, mas é a mesma ideia, um baile de forró com ocupação de espaço público", define Cacai Nunes.

Com patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), a Vitrola na rua terá duas edições nas praças do Conic, no Setor de Diversões Sul, e do Setor Comercial Sul, que Cacai, a bordo de uma kombi 1973, batizada de Serena, desfila o repertório nordestino que vem de um projeto de pesquisa musical. “Entramos numa área de editais do FAC que contempla ocupação de espaço público. Por essa já ser uma ação dentro da nossa atividade, ficou bem mais fácil agregar o nosso projeto a essa linha dos editais”, comenta.

Para Cacai, o interessante é que essas serão duas edições feitas em locais totalmente a céu aberto. “Vamos estar ao ar livre. É interessante fazer na Praça dos Zumbis dos Palmares do Conic, que foi revitalizada, tem um paisagismo. E também na Praça dos Artistas, que abriga toda sexta uma roda de samba”, conta. E ainda completa: “Eu sempre fico muito empolgado de fazer essas coisas na rua, porque esse tipo de projeto é onde as pessoas se encontram sem fazer distinção, sem cercamento, sem barreiras. É gratuito, então você consegue ver a reação das pessoas de todas as idades, com gente de todas as regiões (administrativas)”.

Repertório


Como um dos pilares da Vitrola na rua é a valorização da música nordestina, Cacai Nunes prepara um repertório com base em uma pesquisa que é feita para o programa Acervo origens, que também é um blog. “A nossa matriz é o Acervo origens, porque ele concebe todos os projetos que a gente faz, porque há uma pesquisa, um registro da cultura popular”.

Sobre o repertório da edição de amanhã, que será na Praça dos Zumbis dos Palmares, Cacai Nunes adianta: “Tenho buscado intérpretes que tenham registrado músicas que contextualizam esse cenário”. Canções do flautista Altamiro Carrilho farão parte do set lit do DF. “Apesar de ele não ter uma vivência essencialmente da música nordestina, ele gravou com muitos nordestinos, como Dominguinhos e Luiz Gonzaga. Outro exemplo é a própria Inezita Barroso. Então estamos ampliando o nosso trabalho”, revela.

A segunda edição do projeto será no próximo domingo, dia 17. Desta vez, na Praça dos Artistas, no Setor Comercial Sul. Em cada edição, Cacai Nunes faz uma gravação do set e disponibiliza na internet, em playlist do SoundClound. “A festa não acaba ali, continua na internet. Gravo a discotecagem e disponibilizo gratuitamente. Tem pessoas baixando do mundo inteiro. Isso é fundamental para multiplicar e levar o nome do projeto”, afirma.

Nome esse que tem sido disseminado pelo mundo afora. Desde a criação, Cacai Nunes já levou o Forró de vitrola duas vezes para temporadas na Europa. “Cada vez mais a gente percebe que essa música tem agregado mais adeptos, principalmente porque na Europa as pessoas estão investindo em aula de dança. E o forró coloca o pessoal para dançar”.


Serviço

Vitrola na rua
Praça Zumbis dos Palmares (Conic). Amanhã, às 18h. Com DJ Cacai Nunes. Entrada franca. Classificação indicativa livre. Próxima edição: Praça dos Artistas (SCS, Qd. 5). Em 17 de junho, às 18h. Com DJ Cacai Nunes. Entrada franca. Classificação indicativa livre.




Confira o roteiro de festas juninas pela cidade


PLANO PILOTO

Arraial da Mãedoteca Picnic
Mãedoteca Picnic (SIG Q. 6, ao lado do Bar Piratas; 99878-5844). Hoje, a partir das 10h. Festa com comidas típicas, quadrilhas e brinquedoteca. Ingressos: R$ 30 a primeira hora, e R$ 15 a hora adicional. Classificação indicativa livre.

Festa Junina do Iate Clube de Brasília
Iate Clube de Brasília (SCEN Tc. 2, cj 4; 3329-8700). Hoje, às 19h. Festa com comidas típicas e atrações musicais como Guga Cammafeu. Ingresso: R$ 40 (não-sócios, meia-entrada). Não recomendado para menores de 18 anos.

Festa Junina Funn Festival
Parque da Cidade (Estacionamento 4 do Parque da Cidade). Hoje, a partir das 9h. Dia com várias atividades para a família e no final da noite shows com Matheus & Kauan. Ingresso para o show: R$ 126. Verifique classificação indicativa.

Festa Junina da Paróquia Santa Cruz e Santa Edwiges
Paróquia Santa Cruz e Santa Edwiges (905 Sul; 3242-4761). Hoje, a partir das 19h. Com comidas típicas, bebidas em geral, apresentação do grupo Casa Nova, Henrique & Ruan e Rodrigo Messer. Ingresso: R$ 15. Verifique classificação livre.

Festa junina da Paróquia e Santuário Santo Antônio
Paróquia e Santuário Santo Antônio (911 Sul; 3345-3246/3345-0106). Hoje, almoço a partir das 12h e festa a partir das 18h. Celebração com típicos quitutes, shows e muita alegria. Entrada: R$ 10. Classificação indicativa livre.

Festa junina Paróquia São Pedro de Alcântara
Paróquia São Pedro de Alcântara (SHIS AE QI 7, lt C, Lago Sul). Hoje, às 19h. Festa com música, barraquinhas de comidas típicas, doce e quadrilhas. Entrada franca. Verifique classificação indicativa.

São João da Capitár
Galpão Criolina (SOF Q. 1, cj B, lt 6; 98335-1258). Hoje, às 20h. Tradicional festa com Trio Dona Zefa, Trio Alvorada, DJ Chico Gorman e DJ Pedregulho. Ingresso: R$ 45 (meia-entrada), 1º lote. Não recomendado para menores de 18 anos.

ÁGUAS CLARAS

Arraiá de Águas Claras
Avenida Pau Brasil (S/N lt 2, estacionamento da Faculdade Uniplan, Águas Claras; 99961-1448). Hoje, às 18h. Comidas típicas e shows de Trio Balançado, Zé Felipe & Miguel, Sérgio Moraes e Si Bobia a Gente Pimpa. Entrada: 1kg de alimento não-perecível. Classificação indicativa livre.

JARDIM BOTÂNICO

Festa junina da Paróquia Sagrados Corações de Jesus e Maria
Paróquia Sagrados Corações de Jesus e Maria (Q. 2/3, condomínio Solar de Brasília, Jardim Botânico; 3335-5981). Hoje, às 19h. Festa com comidas típicas e muita música. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

PARK WAY

17ª Festa Japonina
Associação Nipo-brasileira de Vargem Bonita (Em frente a Q. 17, Park Way). Hoje, a partir das 18h. Celebração com mistura de duas culturas: a festa junina brasileira e matsuri japonesa. Entrada Franca. Classificação indicativa livre.

Festa da Padroeira
Paróquia Imaculado Coração de Maria (Q. 5, cj 5, lt 1 AE, Park Way). Hoje, às 19h30. Festa tradicional da igreja, com comidas, barraquinhas, atrações musicais e mais. Entrada Franca. Verifique classificação indicativa.

SUDOESTE

Arraiá São Pio
Paróquia São Pio (QRSW 1, Sudoeste; 3344-8105). Hoje, a partir das 18h. Comidas típicas e muita animação. Entrada franca. Classificação indicativa livre.

TAGUATINGA

Festa junina Pnsc
Paróquia Nossa Senhora do Carmo (QSF 5/7, AE 2, Taguatinga). Hoje, às 22h. Típica festa com comida típica, e apresentação musical do grupo da igreja e da dupla Ronny e Roberta. Ingresso: R$ 3. Classificação indicativa livre.

VICENTE PIRES

Festa junina da Paróquia Nossa Senhora das Vitórias
Paróquia Nossa Senhora das Vitórias (S/N, cj T2, Colônia Agrícola Vicente Pires). Hoje, a partir das 18h. Festa típica com muito forró e comida da época. Entrada Franca. Verifique classificação indicativa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade