Publicidade

Correio Braziliense

Cantor Kanye West consegue feito só visto antes pelos Beatles e Eminem

Kanye West ocupou pela oitava vez consecutiva a primeira posição da lista Billboard 200


postado em 11/06/2018 18:32 / atualizado em 11/06/2018 19:33

O novo disco de Kanye West 'Ye' foi lançado no início deste mês(foto: Kevork Djansezian/Getty Images)
O novo disco de Kanye West 'Ye' foi lançado no início deste mês (foto: Kevork Djansezian/Getty Images)

Neste ano, o cantor Kanye West atingiu um recorde só antes visto com a banda Beatles e o rapper Eminem. O rapper ocupa pela oitava vez consecutiva o topo da Billboard 200, ou seja, o disco Ye é o oitavo do artista a ficar entre os mais vendidos nos Estados Unidos.

 

Com sete canções - I thought about killing you, Yikes, All mine, Wouldn't leave, No mistakes, Ghost town e Violent crimes -, o disco Ye foi lançado em 1º de junho deste ano. Na semana de estreia, o álbum vendeu o equivalente a 208 mil álbuns e com isso empatou com o Eminem e com os Beatles no número de vezes que ocupou o primeiro lugar da Billboard 200. Os três só perdem para Jay-Z que esteve no topo da parada 14 vezes consecutivas.

 

Outra conquista que o disco Ye alcançou foi a quinta maior semana de um álbum este ano. O que significa que foi um dos CDs mais vendidos na semana de lançamento. Kanye West só ficou atrás de Post Malone, que vendeu 461 mil unidades de Beerbongs & Bentleys; J. Cole, com 397 mil de KOD; Justin Timberlake, com 293 mil de Man of the woods; e Cardi B, com 255 mil de Invasion of privacy.

 

 

Sobre Kanye West

 

O marido de Kim Kardashian entrou no mundo da música em 1996. Ele, além de rapper, atua como produtor musical e estilista, pois é dono da grife Yeezy. Trabalhou com grandes artistas norte-americanos como Jay-Z, Alicia Keys, Ludacris e Janet Jackson. A carreira solo começou em 2004, quando lançou o CD The college dropout depois de sofrer um acidente de carro quase fatal. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade